A VIDA NÃO PODE SER SEPULTADO NO CORPO

Existem certos princípios do Caminho Infinito que um estudante avançado deve conhecer e que ajudarão a libertá-lo da roda da vida. Um dos mais importantes deles é o Princípio de que: Não estamos no corpo. Neste momento, isso pode não parecer ser de muita importância, mas mais cedo ou mais tarde será percebido que este é o último e mais profundo segredo da vida, e aquele que produz a mais alta demonstração de vida espiritual.

Nós não vivemos em nossos corpos, nem somos o corpo. Por essa razão, ninguém deve fazer uma afirmação como “estou doente”, pois nunca “EU” estou doente. O corpo pode estar doente, sofrendo e atormentado, mas EU não, não “EU”, pois não estou nesse corpo doente. EU não estou em nenhum lugar onde a dor ou discórdia é, porque “EU” não habito este corpo.

Quando o primeiro vislumbre que você não vive em seu corpo vem, ele faz você olhar para cima e para baixo, para dentro e para fora, quando você está em meditação, e, finalmente, ele irá levá-lo à percepção: “Certamente, EU não estou nestes joelhos, neste estômago, neste peito, nem estou aqui no cérebro. Eu sei que estou em outro lugar. [vídeo-exercício-recomendado]

Eventualmente você começará a perceber a natureza dessa palavra “EU” e você verá que você tem tornado finito a palavra “EU”. Você tem usado isto em um senso pessoal puramente limitado como se houvesse um “EU” separado e à parte do eu que é você, como se o Eu que é você fosse algo separado do Eu que é minha identidade. O fato de algumas pessoas serem mais saudáveis ​​do que outras e que algumas são mais ricas do que outras, baseia-se nessa mesma crença de uma individualidade separada, à parte da identidade infinita que é Deus.

Foto por Aa Dil em Pexels.com

Quando você captar um pequeno vislumbre da verdade de que a vida não está sepultada no corpo, você entenderá o significado da Ressurreição. É verdade que Jesus foi sepultado, isto é, confinado em um túmulo, assim como hoje parece que os seres humanos estão confinados a seus corpos. Mas quando a tumba foi aberta, Jesus estava lá?

Não, Ele havia se levantado. O Cristo, o EU Divino, não pode ser sepultado: o Cristo, seu EU Divino, não pode ser sepultado em um corpo, e algum dia a compreensão deve vir: “Eu não estou sepultado em um corpo; Eu nunca fui sepultado em um corpo. Eu vivo e me movo e tenho meu ser em Deus – não no túmulo do conceito material. Eu permaneço na palavra de Deus, e a palavra de Deus permanece em mim – não no corpo ”.

Joel – Cartas do Caminho Infinito – Março de 1959

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: