“Você disse em seus escritos que o suprimento é uma das demonstrações mais fáceis para um estudante espiritual. Por que?”


Resposta: Bem, por esse simples motivo: Uma vez que uma pessoa é tocada pelo Espírito, ela não tem mais “a responsabilidade” pelo suprimento, ou seja nenhuma uma preocupação. O resultado da experiência é o seguinte: “Vivo, mas não eu, Cristo vive a minha vida.”

Portanto, a partir do momento da experiência espiritual é como se vivêssemos … Bem, digamos que são 20h20. aqui e agora, e que tudo pelo que somos responsáveis ​​é fazer o que nos foi dado fazer. Para mim, isso significa ser uma transparência por meio da qual uma mensagem deve chegar. Para você é ser uma transparência para receber, e depois expressar, essa mensagem. E é por isso que somos responsáveis ​​enquanto estivermos sentados nesta sala ou lendo este artigo. Portanto, não temos responsabilidade pelo suprimento. Não temos responsabilidade pela saúde. Nós temos responsabilidade apenas por sentar aqui e cumprir nossa função.
Sim, mas então saímos daqui e vamos para nossas casas e encontramos algo para fazermos. Pode ser uma obrigação familiar. Pode ser que quando eu chegar ao meu quarto haja um telefonema, ou terá uma correspondência esperando por mim. Devo então realizar o que me foi dado fazer – pelo menos seguir em frente. Devo responder a esse e-mail, ou atender a essas ligações, ou fazer o trabalho de cura. Você deve desempenhar suas funções familiares, e nenhum de nós tem qualquer responsabilidade pelo suprimento ou saúde. Nossa única responsabilidade é fazer o que nos é dado fazer. Então chega a hora de deitar e dormir, e toda a responsabilidade é entregue a Deus até de manhã.
Agora, isso é uma coisa muito infeliz para o mundo, porque enquanto estamos ausentes do corpo durante o sono, o Senhor cuidará do sol, da lua, das estrelas, das marés, das estações, das colheitas, e nós superamos isso sem interferir. Ele tem um campo limpo durante a noite, enquanto dormimos. Durante o dia, ele tem uma pequena oposição da nossa parte. Estamos nos perguntando: ” Será que Ele fará isso bem?” e, mais especialmente, estamos nos perguntando: “Sim, eu sei que essas safras estão no solo, e diamantes e ouro, e prata, mas é direcionada ao meu endereço? Vai ser enviado para mim ou vai tudo para o Sr. Rockefeller? ” Mas quando nos levantarmos pela manhã, se cumprirmos a função que nos é dada para fazer, não estaremos interferindo na lei de suprimento de Deus e na lei de saúde de Deus, e isso acontecerá de maneira normal e natural.


Acima de tudo, lembre-se disto: Por que o filho de Deus veio à Terra? Por quê? O Mestre é um exemplo vivo, testemunha da razão pela qual o Filho de Deus veio à terra. Ele nos diz definitivamente: “Não vim para fazer a minha vontade. Não vim cumprir nenhum propósito meu. Eu vim para fazer a vontade do Pai.” Agora, qual é a vontade do Pai? Bem, você percebe que está curando os enfermos, ressuscitando os mortos, alimentando os famintos e perdoando este pecador. Essa é a função do
filho de Deus, ou Cristo. Mas onde está o Filho de Deus ou Cristo? Foi há dois mil anos na terra santa, ou Jesus estava ensinando que o Filho de Deus está em você? “O reino de Deus não está nem aqui nem acolá: está dentro de você.”

Então esse Filho de Deus, esse Cristo, está dentro de você e sua função é alimentá-lo, vesti-lo e abrigá-lo. Sua função é curar, salvar e redimir você. Sua função é perdoar seus pecados, seus erros. Sua função é curar suas doenças, e se você sucumbir à crença da morte, ressuscitar você dentre os mortos; para ser uma ressurreição para você. Então por que temos medo? Temos medo principalmente porque a religião ensina que o Filho de Deus viveu há dois mil anos, foi crucificado e deixou o mundo, e estamos esperando que ele volte. Isso é mitologia.
É um pouco pior do que a mitologia, porque a mitologia muitas vezes é uma história contada inocentemente.
Não há verdade nisso – que O Cristo foi crucificado. Não há verdade nisso – que O Cristo partiu da Terra. Essas foram experiências de Jesus, o portador do Cristo, mas não do Cristo. O Cristo é o Filho de Deus em você. Isso não pode ser crucificado porque é incorpóreo; é espiritual; não ocupa tempo, espaço ou lugar. É uma luz que está dentro de você, e não uma luz física para ser vista. É uma luz apenas no sentido de “Enquanto antes eu era cego, agora vejo”.

É uma luz apenas no sentido de iluminação, abrindo nossa consciência para o fato de que “eu vivo, mas não eu”. Este Cristo, o Filho de Deus no meio de mim, vive em minha vida, e sua função é para me alimentar, curar, perdoar, ressuscitar e finalmente revelar para mim a ascensão. Minha função é ficar quieto e saber disto. Isso é tudo. Essa é a minha função – ficar quieto e saber.

Agora, já falamos da Natureza de Deus, mas vocês que leram os escritos, vocês sabem que está revelado em nossos escritos o que foi revelado por Moisés e revelado novamente por Jesus: Eu no meio de vocês sou Deus. Portanto, enquanto você puder dizer ou pensar “Eu”, você tem a presença de Deus e o poder de Deus dentro de você, pois é esse Eu que nunca te deixarei, nem te desampararei.
É este eu, não algum outro eu; não o eu de alguém que viveu cinco mil anos atrás, ou quatro, ou três, ou dois, ou um. É o eu que mora no meio de ti que nunca te deixarei nem te desampararei nenhum de vocês. É o Eu que mora no meio de você que é o seu pão, carne, vinho e água. É o eu que mora no meio de vocês que é a ressurreição para o seu corpo, para os seus negócios, para o seu lar, para toda a sua experiência. É esse eu no meio de você que é a sua imortalidade.
Você só é imortal porque eu sou imortal e EU sou Deus. Eu sou imortal, e eu sou é Deus, e porque eu sou imortal, você é imortal, porque eu sou você. Eu e o Pai somos um, e este é Deus. …
É então que o suprimento se torna fácil pela simples razão de que você abandona toda a preocupação com o suprimento e automaticamente ocorrem aquelas experiências que deveriam acontecer para trazê-lo para expressão. Acima de tudo, porém, lembre-se disto: não é a declaração intelectual disso ou a afirmação disso, mas é uma experiência que vem a nós como resultado direto da experiênciao toque do Cristo.

Joel – Série Perguntas & Respostas



Categorias:Perguntas & Respostas

Tags:, , , ,

2 respostas

  1. Quando o momento certo chega, e Deus sabe. Você se permite , admite a presença e deixa Deus viver sua vida. Quando isso acontece você percebe a ação de Deus. Em tudo que faz. Sua fonte é inesgotável. Você tem o suprimento e é manifesto em si mesmo.🙏💥🌍💥🌠

    Curtido por 1 pessoa

  2. Fantástico as revelações ! Elas chegam exatamente na hora certa. Descansar na CERTEZA da unidade , EU e meu PAI somos UM !

    EU SOU é DEUS !

    A minha caminhada até chegar AQUI , ESTE AGORA!

    “Enquanto antes eu era cego, agora vejo”. As nevoas se dispersando , um dia mais, outro menos mas a visão é inevitável.
    Todos os joelhos se dobrarão ! Um alivio, a impecabilidade!
    DEUS É !

    Gratidão irmão !

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: