Gratidão por Joel S. Goldsmith

close up portrait of human eye
Foto por Skitterphoto em Pexels.com

Pergunta: Muito é enfatizado sobre a importância da gratidão. Como isso é expresso quando alguém está sozinho e em silêncio por si mesmo, ou não na companhia de personalidades? Apenas orar diariamente: “Eu te agradeço, Deus, pelas bênçãos que já recebi” parece insuficiente.

Resposta: Orar “eu te agradeço, Deus, pelas bênçãos já recebidas” não é gratidão. A gratidão nunca é por alguma coisa. Se dissermos: “Eu te agradeço por sua gentileza;” “Eu agradeço a sua generosidade;” “Eu te agradeço pelo presente que você me deu;” quer falemos para Deus ou para o homem, isso não é gratidão. Isso é gratidão humana, ou apreciação humana, e está tudo bem. De fato, sem isso o mundo seria um lugar muito triste. Mas vamos todos ser gratos. Vamos todos agradecer sempre, mas nunca nos deixe pensar que isso é realmente gratidão. A gratidão é sempre por nada. A gratidão é um sentimento interior de alegria. Por que motivo?

Não existe motivo. Se há motivo para gratidão, não é gratidão. É apenas um agradecimento humano e apreço.
É como alegria – a alegria que você lê nas Escrituras.

Agora se você está feliz porque alguém lhe deu mil ou dez mil dólares, essa não é a alegria que a Bíblia está se referindo.

Se você está feliz porque recebeu uma Ferrari, essa não é a alegria à qual a Bíblia se refere.

Então qual é alegria pela qual a Bíblia se refere?

A alegria que você sente sem motivo. Esta é a verdadeira alegria, e esta é a verdadeira gratidão, e este é o verdadeiro amor.

Se você ama alguém por um motivo, tenha certeza de que não é amor espiritual. Você não pode espiritualmente amar alguém por uma razão. Você pode humanamente amá-los, e gostar deles, e apreciá-los, mas quando você espiritualmente ama, não é por qualquer motivo. Nunca pode haver um objeto de amor quando o amor é espiritual. Nunca pode haver um objeto de gratidão quando a gratidão é espiritual. Nunca pode haver um objeto de alegria quando a alegria é espiritual. Em outras palavras, estou apenas feliz. Por quê?

Eu não sei porque tem uma música no meu coração. Por que há uma música no meu coração?

Eu não sei porque estou alegre.
Se eu for apenas alegre porque é um lindo dia de primavera, quanto tempo durará a minha alegria?

Até o inverno chegar!?

Se eu sou grato porque alguém me dá algo, quanto tempo ficarei grato!?

Enquanto eles estiverem dando. E voltamos à política da boa vizinhança novamente, não, o que você fez por mim ultimamente?
Ah não. Não.

Nossa alegria, nossa gratidão, nunca deve ser por uma razão, e mais especialmente quando se trata de Deus! Se você é grato a Deus por um presente, você está “negociando” – você está “barganhando”. Se você é grato a Deus por uma cura, que tipo de gratidão é essa?

Até os escribas e os fariseus fazem isso. Eles são os melhores contribuintes para a Igreja que existem, mas não são espirituais.

Não. Não faça isto.

A gratidão é apenas um sentimento. Mais uma vez, é uma atitude e uma altitude. Alegria é apenas um sentimento. Há algo que provoca alegria, e há algo que estimula a gratidão, e há algo que estimula o amor espiritual, e esse é o Espírito que habita em nós. Quando está lá, você tem, e quando não está lá, você não tem.
Se você tem o Espírito de Deus habitando em você, há uma alegria em seu coração e uma canção em seu coração. Se você tem o Espírito de Deus habitando em você, sempre há um sentimento de gratidão, mas você não pode olhar e dizer por quê. É só um sentimento. Está apenas aí dentro de você.

woman open arms while closed eyes smiling photo
Foto por bruce mars em Pexels.com

Quando você tem o Espírito de Deus em você, você ama, mas você não pode dizer: “Oh, eu simplesmente amo você”. Você não pode dizer “Oh, eu simplesmente amo minha família”, ou “Eu simplesmente amo o membros da minha comunidade”, ou “Eu simplesmente amo os membros do meu corpo religioso”. Ah, não. Isso não é amor espiritual. Isso é pessoal e humano.

Quando o amor de Deus está em nossos corações, nós simplesmente amamos, e então todos que entram em nossa órbita e tudo o que entra nele recebe uma parte desse amor de uma forma ou de outra. Não pode evitar, porque se você tem amor, você poderia estar andando de trem, de barco, a pé ou de avião, e as pessoas ao seu redor iriam sentir isso, e ainda assim você não estaria mirando nelas porque não é seu amor. É o amor de Deus fluindo através de você para quem quer que esteja por perto, aberto e receptivo a este fluxo.

Agora o que você acha que pode vir a ser espiritualmente certo ou errado?

Você não pode redirecionar as pessoas para João, Maria, Joaquim, e etc. Deus não toleraria tal coisa. Se você vai orar, ore por seus inimigos e também por seus amigos.

Em outras palavras, reconheça que a Graça de Deus está disponível para todos. Então você está realmente orando.

Quando você tem um objeto específico de oração, torna sua oração egoísta – do tipo: “Cure meu filho”. No mesmo minuto em que você está orando para curar seu filho, um bilhão de outras crianças estão doentes, morrendo, famintas, infelizes – e aqui você está orando para o seu filho. Isso é uma atitude egoísta – pensar que Deus vai selecionar seu filho dentre os outros 4 bilhões só porque você pediu. Isso não é conhecer Deus corretamente. Deus não é assim.
Deus não selecionará seu filho ou o meu para Sua Graça particular. A Graça de Deus recai sobre o justo e o injusto. A Graça de Deus recai sobre o amigo e o inimigo. A Graça de Deus cai universalmente. Sua chuva cai universalmente em todos.
Portanto, a oração, para ser uma oração real, é aquela que reconhece que Deus é o amor e a vida para toda a humanidade.

A gratidão é apenas uma gratidão interior que não tem outra motivo senão a base de que Deus está no meio de mim e eu sinto isso. Eu sinto a presença de Deus e o poder de Deus.

(Trecho de Gravação # 409: 1961 Washington, DC Classe Especial, Lado 2: “A Atitude e Altitude da Oração, Parte Dois”. Este trecho foi publicado com a gentil permissão do Estado de Joel Goldsmith, que detém a proteção contra cópia no classes gravadas e os direitos autorais das transcrições. A transcrição completa desta gravação está disponível em http://www.joelgoldsmith.com)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: