O Caminho do Meio – Eu Sou O Que Eu Sou

Cartas do Caminho Infinito – Julho de 1954 –

“Eis que eu, Paulo, vos digo que, se fordes circuncidados, Cristo não lhes aproveitará nada. Porque eu testifico novamente a todo homem que é circuncidado, que ele é um devedor para fazer toda a lei. Cristo não tem efeito para você, pois qualquer um de vocês é justificado pela lei; vós caíste da graça. Porque pelo Espírito aguardamos a esperança da justiça pela fé. Pois em Jesus Cristo nem a circuncisão faz uso de coisa alguma, nem incircuncisão; mas fé que opera por amor.

                                                                         (Gálatas 5: 2-6)

Porque em Cristo Jesus nem a circuncisão faz uso de coisa alguma, nem de incircuncisão, mas de nova criatura.

                                                                         (Gl 6:15)

Sob a lei hebraica, a circuncisão era necessária. Fazia parte do ritual, e sem ele você não era um bom judeu e provavelmente não entraria em um bom céu judaico. Mas não queremos ser bons hebreus – queremos ser bons cristãos e, portanto, não seremos circuncidados! As passagens citadas acima dizem que a circuncisão ou a incircuncisão não valem nada. Porque isto é assim?

De qualquer forma, você está debaixo da lei, e tudo o que você está fazendo para ser obediente à lei, “engana” você da Graça Divina. Não importa se você quer obedecer a uma lei hebraica ou cristã, a uma lei de Maomé ou hindu: desde que você queira obedecer a uma lei, você NÃO está sob a Graça.

        Ao estabelecer uma lealdade a um homem, a um ensinamento ou a uma igreja, o que acontece com sua lealdade a Deus?

close up photo of woman with her hands tied with rope
Foto por Engin Akyurt em Pexels.com

Mas agora ao ser leal à Deus, você não pode ser falso para qualquer homem ou para qualquer organização, mas ao estabelecer uma lealdade separada ou obediência a uma regra feita pelo homem, você quebra sua lealdade à Deus.

        Isto foi descoberto no desenho da constituição dos Estados Unidos. Este grande documento simplesmente não iria junto até que os escritores começassem a orar e colocar Deus em suas sessões. A este respeito, encontramos algo estranho: a obediência à Constituição dos Estados Unidos não é obediência à lei feita pelo homem. A Constituição é uma revelação de liberdade, justiça e liberdade, e estas são qualidades de Deus. A Constituição não exige a submissão à lei, mas é uma garantia de liberdade da lei – econômica, política e religiosa. Não nos liga a nada além de nossa liberdade, e qualquer tentativa de mudar isso arruinou a vida daqueles que tentaram.

        Ser circuncidado porque é a lei da igreja hebraica não faz uso de nada. Ser incircunciso porque a igreja cristã nega isso, não tem sentido. Ser batizado ou não ser batizado – o que você fizer é errado. Porque, no que diz respeito a Deus, não faz diferença, porque Cristo, o Filho de Deus, não é estrutura material, e em Cristo não existe nem sim nem não – lá é apenas um Ser Espiritual Divino.

        A próxima vez que você for confrontado com um problema, observe se seu primeiro pensamento não é pegar algo na natureza de uma discórdia e transformá-la na natureza de uma harmonia. Aqueles que estão no Caminho Espiritual não devem estar interessados ​​em transformar uma condição ruim em boa, ou em mudar a falta em abundância, mas devem estar interessados ​​apenas em:

Revelar a Cristo, o Filho de Deus.

        Se você pudesse ser o ser humano mais saudável do mundo hoje, não há razão para que amanhã você não possa ser atropelado e morto. Se você pudesse ficar rico hoje, poderia facilmente haver uma queda no mercado de ações amanhã. Entretanto, se dentro de seu próprio ser você alguma vez ouvir as palavras: “Filho, tu estás sempre comigo, e tudo o que eu tenho é teu”, para você nunca faltará nada. Você poderia se encontrar nas profundezas da depressão, encalhado no deserto ou no meio do oceano; você poderia encontrar-se no desemprego, no inferno, ou no vale da sombra da morte, mas você nunca ficará sem a plenitude de Deus, Bom, “… com relação ao lugar onde tu estás em terra santa.” Isto é revelação do Cristo que nos mantém e nos sustenta eternamente e imortalmente na Perfeição de Deus – “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”.

Quando o Mestre disse ao homem paralítico: “Levante pegue a sua cama e caminhe”. Ele não estava tentando fazer um homem doente em bom, mas estava revelando a ele que, como ele era um ser espiritual, não havia nada para impedi-lo. Para a mulher apanhada em adultério Ele disse: “Nem eu te condeno”, e ao ladrão na cruz – “ Ainda hoje estarás comigo no paraíso.” O Mestre tomou o Caminho do Meio – Ele reconheceu somente o Cristo, o Divino Ser Espiritual, o homem que nunca nasceu e que nunca morrerá.

railroad tracks in city
Foto por Pixabay em Pexels.com

        Cristo é a sua auto-estima. Cristo é sua identidade. Cristo é espiritual. Cristo é o Filho de Deus. Esse é o homem que estamos revelando. Assim é que a circuncisão ou a incircuncisão, o batismo ou não batismo, não faz uso de nada porque você já é aquilo que você está procurando, e qualquer tentativa física ou mental de obter, ganhar ou merecer a Cristo deve falhar.

        Nenhum ser humano pode crescer em Cristo, nem pode se tornar Cristo. Cristo é aquilo que você é, inerentemente, é espiritualmente, e a única conquista ou Realização é a Realização ou reconhecimento Dela.

        Moisés foi um dos primeiros a revelar esse segredo para nós. Enquanto ele cuidava de seus rebanhos na colina, ele ponderou as coisas de Deus até que de repente ele percebeu: “EU SOU O QUE SOU”. Elias revelou a identidade espiritual a Eliseu quando disse: “Se me vires quando for tirado de ti, será assim para ti … ”e igualmente na experiência do Mestre quando Ele diz “o Espírito de Deus descendo como uma pomba e acendendo sobre Ele ”, e a voz do céu dizendo: “Este é o meu amado Filho, em quem Eu vou ficar satisfeito”

        Quando Pedro disse a Jesus: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”, respondeu Jesus, e disse: “… carne e sangue não te revelou, mas meu Pai, que está nos céus”. De toda Jerusalém Somente um punhado de pessoas viu o Mestre, Cristo Jesus, ascender ao céu, e foram apenas os poucos que atingiram a espiritualidade suficiente para reconhecer o Cristo. Somente Cristo pode reconhecer a Cristo.

 

        Em outras palavras, somente a consciência espiritual dentro de você permitirá que você reconheça a consciência espiritual em outra. Quando você pode reconhecer a Cristo, a nova criatura, como seu verdadeiro ser, você pode olhar para o mundo e dizer: “… maiores obras do que estas Ele fará”, porque meu Pai é seu Pai, seu Pai é meu Pai e nós somos Um em Cristo.”

        Esta é a consciência de cura que fará de você um curador, um praticante ou um professor, mas somente quando você é capaz de olhar através das condições e aparências humanas para o Cristo.

        Cristo é satisfação. Trabalhe sempre do ponto de vista do “Sou”, “É”, “Deus é” e nunca tente mudar ou melhorar qualquer coisa ou qualquer um. Quando chamado para ajudar, perceba que o Cristo já está no Céus, Harmonia – o Cristo é o aperfeiçoado. “EU SOU O QUE EU SOU”. Isso é o que chamamos de “Caminho do Meio”.

Joel –
Cartas do Caminho Infinito – Julho de 1954 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: