ORAÇÃO ALTRUÍSTA

Quando chegamos ao estágio em que realmente buscamos a Graça de Deus, e somente a Graça de Deus, a oração verdadeira se torna um fechamento dos olhos e um convite a Deus:

Me procure, Deus! Procure meu coração; procure minha consciência, e se você encontrar algo errado, corrija-a. Eu não me importo se Você me revelar ou não, mas corrige.

Não estamos fazendo nenhuma promessa a Deus sobre ser bom; não estamos fingindo a Deus que somos alguma espécie de anjo. Estamos reconhecendo que em nosso caminho humano temos falhas, mas que nenhuma delas é para interferir no que deve se tornar o tema principal de nossa vida: “Eu devo conhecer a Deus corretamente. Eu não posso terminar esta vida sem conhecer a Deus porque não posso terminar essa vida sem cumprir qualquer propósito que Deus tinha para mim no começo “.

Muitos anos atrás, nos primeiros dias de minha prática, fiquei muito doente e parecia que minha vida não poderia ser salva. Uma noite, ficou claro para mim que eu não passaria daquela noite. Eu pensei que se fosse assim, seria assim que teria que ser. Com isso, fui para a cama relaxado e pensei que, se aquilo fosse o plano de Deus, nada poderia me impedir de prosseguir. Por outro lado, não havia poder que pudesse me empurrar. Então veio a palavra que eu estava prestes a fazer a transição, e com essa percepção, isso é o que surgiu em minha mente: “Oh, Céus, não! Deus, não deixe que aconteça! Eu ainda não fiz nada na Terra ao ponto que pelo menos pagasse a minha mãe pelas as dores de parto que ela teve.” Minha vida não valeu a pena ainda no que diz respeito a acrescentar algo a este mundo, ou justificar o meu nascimento.” Não me deixe ir ainda, deixe-me me encontrar; deixe-me encontrar minha missão”.

caminho-infinito-oracão-altruista
Foto por Elti Meshau em Pexels.com

E de manhã eu acordei curado.

Eu fui curado porque naquele momento meu coração estava puro. Em outras palavras, eu não queria nada para mim mesmo.
Eu não tinha medo de passar dessa para uma melhor, mas sabia que ainda não havia me realizado. Eu sabia que não havia razão para eu ter vivido até aquele momento. Só para ser um ser humano comum ganhando a vida dificilmente é uma razão para ocupar o espaço na terra, e eu sabia disso.

Como eu aprendi desde então, ninguém consegue mais nada da vida do que ele contribui para isso, e se ele não está fazendo alguma contribuição para o mundo inteiro não apenas para ele mesmo ou para sua família – tudo o que ele vai receber da vida é o pouco que ele está vivendo.

Realmente viver significa contribuir.

Viver significa adicionar algo à soma total do bem no mundo.

Joel S. Goldsmith – Cap.1 – A Verdadeira Oração – Oração Altruísta do Livro: A Altitude da Oração

Autor: CAMINHO INFINITO NA PRÁTICA - reggisbrother

Coach Místico. Não sou nada. Não busco nada de ninguém. Nunca serei nada e nem posso querer ser nada. Apenas compartilhando a Graça. Paz, fique calmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s