APRENDENDO A ORAR A FIM DE QUE O PROPÓSITO DA VIDA COMO A REALIZAÇÃO POSSA SER REVELADO

Poderíamos evitar todas as desarmonias e discordâncias da experiência humana se soubéssemos orar, se soubéssemos a função e o método da oração, porque a oração é o nosso contato com a Fonte Infinita que mantém a harmonia, a paz, a inteireza e a oração. completude da humanidade. Não podemos, pela força ou pelo poder, tornar a nossa vida bela, mas podemos cumprir a nossa natureza através da compreensão da função da oração e da sua prática.

Deus criou você e eu espiritualmente à Sua imagem e semelhança, nos imbuiu de Sua vida, Sua natureza, Seu caráter, Suas qualidades e Suas quantidades e, por causa disso, esta grande capacidade de realização existe dentro de cada um de nós. O propósito da vida na Terra é produzir essa capacidade, produzir essa beleza, harmonia e graça em vidas de alegria e realização. Esse é o propósito original da vida do homem espiritual como deveria ser vivido no Jardim do Éden, isto é, em harmonia divina.

Perdemos essa capacidade porque perdemos a capacidade de nos voltarmos para abrir uma maneira de expressar beleza, harmonia e graça. Começamos a procurar no reino exterior pelo Santo Graal. Nós viajamos por todo o mundo e por quê?

Contentamento, paz, alegria, harmonia, descanso!

Fomos bem sucedidos em nossa busca?

Claro que não, porque tínhamos que nos conduzir ao redor do mundo enquanto viajávamos, e o eu que levamos ao redor do mundo é o eu que não encontrou seu lar em Deus. Mas quando o eu encontra seu lar em Deus, ele pode viajar ou permanecer em casa e achar eterna bem-aventurança e oportunidades eternas de serviço, de dedicação a Deus e ao homem, numa troca de bem.

Com a prática da oração, uma medida de harmonia começa a ser restaurada em nossa vida diária. Alguns dos primeiros frutos da oração são saúde, maior senso de abundância ou relacionamentos humanos mais felizes. Estes não são o fim e objetivo da oração. O objetivo final da oração é descobrir a nossa vida eterna, a vida que foi vivida antes do nascimento, a vida que será vivida depois do túmulo, para que possamos abarcar aqui na Terra a totalidade da existência espiritual, uma divina e existência sem idade.

Não é tolice relegar todos os prazeres da vida para as crianças, todos os cuidados da vida para os adultos e todos os males da vida para os idosos?

Isso não está realmente vivo, é?

A vida começa quando somos capazes de perceber a natureza de nossa real vida, a vida que começamos a viver no começo quando existimos no seio de nosso Pai, a vida em que vivemos quando nos conhecemos como realmente somos.

O Mestre revelou que seu reino não era deste mundo. No entanto, muitos de nós passamos a maior parte do tempo preocupados com esse mundo, como se o que está acontecendo no dia a dia fosse a parte mais importante de nossa existência. Eu não quero dizer que devemos negligenciar esta vida na Terra, mas que devemos espiritualizá-la, não torná-la uma questão de simplesmente viver em carne e osso, viver para o dinheiro, ou viver no conforto, mas realmente vivendo dentro e através da Alma, no sentido que vivamos dentro e através da beleza que Deus criou.

nature flowers blue summer
Foto por Pixabay em Pexels.com

A verdadeira beleza é a Presença que formou este mundo, o Espírito que a anima, a Graça Divina que toma uma árvore estéril e em pouco tempo a enche de folhas e flores e frutos. Conhecer essa Graça é muito maior do que apreciar as flores depois que elas estão nos arbustos ou comer a fruta da árvore. Para poder conhecer o Espírito que produz estes frutos, para viver com este Espírito e observá-lo funcionar em nossa experiência, observe-o produzindo frutos em nossas vidas, esta é a Alegria Suprema.

Muitas pessoas, depois de descobrirem a natureza da oração e da meditação, deixam o mundo para viver inteiramente nessa quietude. Para mim, claro, parece que eles sentem falta de alguma coisa. Em minhas meditações e meus períodos de solidão, vejo as forças que operam por trás do mundo que fazem de você e eu o que somos, que fazem da natureza o que é, mas também gosto de sair e aproveitar os frutos dela lá fora.

A vida de oração e meditação traz para nossa vida exterior uma capacidade muito maior de viver do que jamais soubemos antes, porque agora não estamos vivendo com aquela parte de nós que faz parte da mortalidade. Estamos agora vivendo com todos nós, com o Espírito, com a Alma e com a Consciência, e aí está a Alegria.

Joel Goldsmith – Capítulo 4 – Isso é imortalidade – APRENDENDO A ORAR A FIM DE QUE O PROPÓSITO DA VIDA COMO A REALIZAÇÃO POSSA SER REVELADO – do Livro: A Altitude da Oração.

Autor: CAMINHO INFINITO NA PRÁTICA - reggisbrother

Coach Místico. Não sou nada. Não busco nada de ninguém. Nunca serei nada e nem posso querer ser nada. Apenas compartilhando a Graça. Paz, fique calmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s