O Segundo Mandamento

E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.” Marcos 12:31

Foto por Daria Shevtsova em Pexels.com

Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas. Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo. 1 João 2:9-10

Na compreensão sobre a Natureza de Deus como Onipresença, passamos a conceber que só existe Deus, Substância, causa Única de tudo que é criado, idealizado, tornado visível, expresso, individualmente como todo ser, em estados, estágios e formas infinitas em diversidade, tempo e espaço. Se concebemos o Amor, como atributo, substância da Fonte Infinita de todas as coisas criadas sendo evidentes ao sentido material e lei fundamental, se compreendermos, obedecermos e guardarmos os mandamentos do Mestre, estaremos envolvidos nesse amor, estamos no cumprimento da Lei não há possibilidade de olhar para qualquer indivíduo em nossa experiência como alguém fora da Consciência, se assim ocorre estamos violando o Segundo Mandamento.

“Cristo é a verdadeira identidade e reconhecer uma identidade diferente de Cristo é retirar-se da consciência de Cristo” Joel

Entendemos que todos que se aproximam de nossa Consciência, todos os que são trazidos ou levados em nossa experiência, mesmo em diferentes níveis e estágios, constituem a mesma identidade, a filiação divina em Cristo, estejam adormecidos ou despertos. Assim, se estamos disciplinando nossa prática, realizando o Espírito em medida que morremos diariamente para o sentido material, seja qual for esse grau, passamos a compreender que, o sol brilha sobre justos e injustos, devemos permanecer receptivos aos que são atraídos, adentram ou apenas passam por nossa Casa, na percepção de que, seja o que ou quem for que apareça em nossa experiência e qualquer que seja essa experiência, provém da Ação do Espírito, atividade da Verdade em nossa Consciência, para além de qualquer julgamento, nunca olhamos uma realidade espiritual por meio da aparência humana, desse modo,  estamos nos separando das condições e circunstâncias do mundo visível, do sentido material, elas não desaparecerão instantaneamente, porém, não nos afetarão como antes. O reconhecimento da Ação da Verdade através da Consciência que nos liberta. 

Foto por Archie Binamira em Pexels.com

Onde dois ou mais estiverem em Meu Nome ali estarei, quando permanecemos livres do julgamento pessoal, a receptividade ao Cristo nos une, atrai aqueles que “aparecem” em nossa Consciência, de modo impessoal e universal, estando esse próximo, esse vizinho, consciente disso ou não, simpatizamos nós com ele ou não, somos tocados de algum modo, o Cristo de nosso Ser espelha-se no outro, no mesmo Cristo, ainda que as aparências discordem disso, aqui compreendemos a necessidade da impersonalização, do perdão, de orar por nossos inimigos e de nos elevarmos acima do julgamento do bem e do mal, na compreensão da realidade espiritual estamos percebendo a Natureza do Erro. Fazemos isso por meio da Contemplação e estudos e somente na prática temos revelados princípios específicos, quando se tornam alguma medida de experiência, que só pode ser alcançada, quando não reagimos a qualquer estímulo externo ou interno, apenas observamos e reconhecemos em nossa interiorização, meditação e Oração Silenciosa, em nossa quietude e confiança, compreendemos que todo senso errôneo, toda ilusão são dissolvidos, os conflitos são apaziguados. “Quando Ele levanta sua voz a terra derrete“.

Os Princípios somente são corporificados em nossa Consciência, se tornam carne, a partir da prática e percepção dos mesmos, quando estabelecemos sagrada e silenciosamente em nossa meditação, em determinado grau, nossa Unicidade com o Pai, então, alcançamos uma medida da Experiência do Cristo em nosso Ser, da Natureza de Deus e alguma demonstração ocorre, por meio dessa experiência.

Entendemos portanto, ou temos uma percepção do que se trata a disciplina da Alma, Joel nos fala da prática constante, dos passos, de permanecer em algum dos princípios de cada vez, por algum período, e especialmente até que tenhamos alguma medida da experiência, da demonstração, o Caminho é apertado, individual e interior. Nosso passo a passo vem de dentro, se organiza como que intuitivamente, trazidos a expressão para nosso entendimento através da prática diária da Presença, ensinos, escritos, sinais, símbolos, observando, quando possível, sem reagir ou resistir, em quietude e confiança, a todas nossas experiências individuais no caminho, tudo que nos é dado e todos que se apresentam, como uma atividade de nossa própria consciência e que nos levarão em algum momento, a correta compreensão do Amor enquanto dom divino em ação, enquanto cumprimento da Lei contida nos dois grandes mandamentos, no discernimento elevado do amor ao próximo, não por meios ou esforços próprios, pessoais, nos elevamos para além de um ato de caridade, embora possa se apresentar dessa ou de outras maneiras, externamente.

Temos como apoio a experiência de Joel sob a égide dos ensinos do Mestre e daqueles que aparecem nas escrituras, no Caminho infinito em particular, tal qual de outros mestres e guias nos ensinos e escritos místicos ou espirituais de todo o mundo, Deus se expressa de modos e maneiras infinitas. A compreensão clara dos Princípios básicos nos revela que podemos seguir por outros caminhos, mestres ou professores, se assim formos guiados, por meio de nossa experiência individual. Estes nos dão testemunho do Amor ao próximo, por seu exemplo, devoção, impessoalidade e humildade, cada um em sua medida, em seu nível de Consciência, devemos reconhecer a identidade do Cristo em todos, sem acepção, adoração, de modo impessoal, assim, numa atitude consciente de Amor ao próximo nos misturamos a todo ser e ideia espiritual por meio do Cristo, Consciência, expressando individualmente a Si mesmo nesse caminho, nessa senda. Somos todos Um.

“Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado maior do que aquele que o enviou. Se sabeis estas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.” João 13: 15-17

À luz que “Eu e o Pai somos Um” por meio da realização da Presença, nos veremos feitos a imagem e semelhança do Pai. Então estaremos nos unindo a todo ser e ideia espiritual. Esse é o Alvo de nossa Prática, enquanto estudantes do Caminho Infinito, abrir esse espaço, para que o Pai realize toda Sua  obra através de nós, enquanto, ainda na carne, estamos no mundo mas não somos do mundo, como suas testemunhas. Buscai primeiro o Reino e sua justiça, qual a justiça, senão o cumprimento dos dois grandes mandamentos, a Lei do Amor, se em Espírito, permanecemos em Cristo e o Cristo, corporificado em todos seres, permanece em nós, permanecemos na Unidade, na Palavra, no Amor e no descanso do Onipotente

Há uma indicação disso na passagem que está no começo de todo livro e livreto do Caminho Infinito: “A iluminação dissolve todos os laços materiais e une os homens com os laços de ouro da compreensão espiritual”. Nós não temos que ser irmãos e irmãs de sangue; não precisamos nem ser irmãos ou irmãs através da nacionalidade, ou irmãos e irmãs religiosos, pois temos um laço mais sagrado do que qualquer relacionamento humano que já tenha sido concebido. Há um laço espiritual que nos une, porque nos elevamos acima da crença de que temos que ser membros de uma família humana particular, racial, religiosa ou nacional, a fim de nos unirmos em uma Comunhão de amor e compreensão. JoelA Vida Contemplativa

Foto por Oleg Magni em Pexels.com

Por muitos anos, no Caminho Infinito, demonstramos que espiritualmente somos realmente uma só família. Todos vocês que fizeram parte deste trabalho desde os primeiros dias, e nos anos que se seguiram, viram na prática o relacionamento mais bonito que pode ser manifestado nesta Terra, sem um único laço de relacionamento humano. (A Vida Contemplativa)


Categorias:Estudantes do Caminho Infinito

Tags:, , ,

1 resposta

  1. Aloha,
    Muito Obrigado,
    🙏Aloha🙏

    Enviado do meu iPhone

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: