Por que uma pessoa deveria estar no topo da montanha e depois no fundo do poço?


Resposta: Essas experiências de altos e baixos são naturais. Nunca na história do mundo alguém esteve no topo de uma montanha e ficou lá. Até mesmo Jesus teve que ir embora por quarenta dias de cada vez. Mas, por meio do estudo e da prática da meditação e da vida inspirada, você se aproxima de um nível que não é o topo de uma montanha, mas um lugar elevado de compreensão.


Os graus de altos e baixos são o resultado de nossas experiências humanas, e a consciência que devemos atingir é aquela que não reage às experiências humanas subindo muito alto, nem descendo muito baixo. A consciência de Cristo que Jesus tinha não era deste mundo; no entanto, embora não fosse deste mundo, funcionava como sua experiência humana. Seu estado de consciência tornou-se operante como consciência individual e poderia ser aplicado às coisas deste mundo, embora ele próprio dissesse que seu reino não era deste mundo.


O místico hindu pode deixar seu corpo morrer e pode chamar isso de demonstração espiritual, na medida em que “seu reino não é deste mundo”. Mas Jesus disse, com efeito: “Meu reino não é deste mundo e, portanto, Eu levanto meu corpo para a consciência onde está meu reino, e mostro meu corpo como um corpo espiritual.” Esta grande verdade é a iluminação. Este é um mundo de realidade. Aqui está o mundo da realidade. Bem aqui e agora é o reino de Deus. Isso não é uma ilusão: este é o reino de Deus. A maneira como olhamos, o que vemos através de nossos olhos – isso é a ilusão. Mas o mundo, em si, é realidade.

É por isso que não o curamos ou melhoramos. Simplesmente mudamos nosso conceito dele, porque ele, por si só, é perfeito aqui e agora. Você é o próprio Cristo de Deus, a própria vida de Deus manifestada. Nós o vemos pelos olhos do conceito humano, imperfeito, mas você é perfeito.


Um místico hindu olha para essa “ilusão”, fecha os olhos e diz: “Isso não é realidade”. Isso não está correto. O que você vê não é ilusão: a ilusão é a maneira como você a vê. Quando você vê os trilhos da ferrovia, isso não é uma ilusão. A ilusão está em vê-los se unindo. Mas as próprias pegadas são muito reais. Você não é uma ilusão. Você é a presença de Deus, mas o que vemos com os nossos olhos é uma ilusão. Estamos vendo um conceito ilusório de você. Então, o que temos que mudar – você ou nosso conceito de você?

O que você vê não é ilusão: a ilusão é a maneira como você a vê.

Veja o mundo como Espírito.

Vê-lo como matéria é a ilusão.


O místico hindu diz: “Este mundo é uma ilusão, então não vou me preocupar em curar o corpo de forma alguma. . . . ” Mas o corpo não é ilusão. É o templo de Deus, segundo o ensino de Cristo Jesus. Nunca nos esqueçamos disso: este é um universo espiritual. Este é o reino de Deus, e a ilusão não é este mundo, mas o conceito universal deste mundo. O único lugar em que este conceito deve e pode ser alterado é no pensamento do praticante. Quando o conceito está curado no pensamento do médico, o paciente responde. Por que? Porque o pensamento do praticante é o único lugar onde ele pode ver uma ilusão.


Quando entramos com o desejo de compreender o reino espiritual, podemos esperar ver uma compreensão crescente tomar forma como condições melhores. Nós entramos e pedimos pelo reino espiritual, e então ele aparece externamente bem aqui e agora. Quando não aparece, é porque a sua visão interior ainda não mudou: a luz do Cristo ainda não o tocou. Veja o mundo como Espírito. Vê-lo como matéria é a ilusão. O mundo não importa. Este é um universo espiritual. Pecado e doença não são realidades; eles são ilusão ou conceito mortal. Depois de ver isso, você nunca mais tentará curar o exterior, como se realmente fosse algo que você pudesse curar.

Joel – Livro do Desdobramento da Consciência, Capítulo 12, “Perguntas e Respostas”.



Categorias:Perguntas & Respostas

Tags:, , ,

1 resposta

  1. Que MAGNITUDE plena da realidade absurdamente ÚLTIMA palpável. Agradecida para sempre pela consciência elevadíssima do Espírito q jorra do legado imperecível deixado pelo SIM ÚNICO de JOEL Goldsmith. Louvo por poder presenciar essa una REALIDADE total em mim! Obrigada de coração Régis por tudo q você É no EXCELSO sublime!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: