O Consolador

“As Cartas” do Caminho Infinito – Maio de 1955 – Joel Goldsmith

Parte  – O Consolador

backlit beach calm dawn
Photo by Pok Rie on Pexels.com

 

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (1 Co 3:16)

       O tempo está se aproximando quando o mundo estará tão cheio da percepção consciente da Presença de Deus que todo mal ou erro será dissipado pela própria presença do homem.

       O grande segredo da vida é este: Deus é encarnado no homem. Deus é manifesto como homem. Deus está no meio de você – “… o lugar em que você está é terra sagrada.” Existe tanto de Deus em você, exatamente onde você está, como haveria se os céus pudessem se abrir e o próprio Deus entrar em você . Se isso não fosse verdade, Jesus não poderia ter curado, nem os discípulos, nem os apóstolos, nem os praticantes metafísicos e espirituais deste dia. Você é Divino, porque o Espírito de Deus é manifestado como seu próprio ser. Deus se corporificou como sua alma, mente e espírito. Deus, em sua essência, é invisível, Deus, em sua expressão, é visível como você e como eu.

Nos tempos antigos os hebreus pensavam que o Messias era um homem, mas Aquele que eles pensavam ser o Messias disse: “Antes de Abraão, Eu Sou”. O Messias é o Espírito de Deus no homem, e os Hebreus que profetizaram a vinda do Messias estavam absolutamente corretos, exceto que eles colocam no tempo e no espaço. O Messias não vem no tempo e no espaço: vem na Consciência. O Cristo, ou Messias, nasce quando você reconhece a Presença do Espírito de Deus em você. Nunca é externo: sempre está dentro de você, mas o efeito é externo. O amor vai antes de você e é sentido por todos a quem você toca.

“Mas o Consolador, que é o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, ele te ensinará todas as coisas e trará todas as coisas à tua lembrança, seja o que for que eu tenha dito a você … Eu o enviarei para você”. O Consolador é o seu estado Divino de consciência; aquela área da sua consciência que é o Cristo, o Espírito da Verdade, o Salvador, o Messias. Tudo isso está dentro de você, e no momento em que você se aproxima de uma pessoa com o menor grau de capacidade espiritual, ele sabe disso – ele pode sentir isso. Até um animal sente isso. Isso não faz parte do seu corpo ou cérebro: é a própria consciência da Verdade em si que é sentida. Chegará o dia em que estaremos conscientemente tão cheios da Presença do Espírito de Deus que, onde quer que formos, nosso estado de Cristo será sentido. O simples fato de que nossa consciência repousa sobre um indivíduo será o toque de cura. Onde quer que formos, seremos uma bênção e, mesmo que não esteja fisicamente presente, a lembrança da nossa consciência será uma influência curadora.

       Isto será por causa de algo que ocorreu dentro de nossa consciência no momento em que percebemos que somos o Cristo, o Filho de Deus, o próprio Espírito de Deus em expressão. Só saberemos disso quando não mais nos sentirmos ou nos odiarmos; quando já não conhecemos inveja, ou malícia de qualquer espécie. Não podemos nos livrar dessas emoções negativas, mas o Cristo pode e faz isto.

A consciência humana é composta inteiramente de desejos e vontades, e isso você pode sentir sempre que entrar na presença de alguém que, de qualquer forma, esteja desejando, querendo, competindo, invejando. Por outro lado, a consciência de Cristo traz consigo todo tipo de alegria e bem abundante, embora nem sempre de acordo com o padrão de sucesso ou felicidade que nós, em nossa estado de humano, atraímos. As coisas que consideramos desejáveis ​​podem nos trazer grande infelicidade e ser nossa ruína. Muitos homens adquiriram e realizaram todas as coisas que suas ambições estabeleceram para eles, e ainda assim foram infelizes e insatisfeitos, e muitas vezes terminaram em desespero e destruição.

“Pedi a Deus forças para que eu pudesse alcançar;

Fui fraco para aprender humildemente a obedecer.

Pedi ajuda para poder fazer coisas maiores;

Foi-me dada enfermidade para que pudesse fazer coisas melhores.

Eu pedi riquezas para ser feliz;

Foi-me dada a pobreza para que eu pudesse ser sábio.

Eu pedi poder para ter o louvor dos homens;

Foi-me dada fraqueza para sentir a necessidade de Deus.

Eu pedi todas as coisas que eu poderia aproveitar a vida;

Recebi vida para poder aproveitar todas as coisas.

Eu não tenho nada que eu pedi, mas tudo que eu esperava.

Quase a despeito de mim mesmo, minhas orações sem respostas foram realizadas:

Eu estou entre todos os homens mais ricamente abençoados ”.

A sabedoria acima foi escrita por um soldado confederado anônimo, quase 100 anos atrás. E assim é que o Cristo se realiza de acordo com a sua própria idéia de amor. “O amor é o cumprimento da lei”. O Cristo se realiza em uma mudança de Espírito, e nosso ser humano é então transformado de tal modo que não nos reconhecemos mais como éramos. Quando o consolador, o Espírito de Deus, chega à consciência, não há mais desejo pelas coisas no reino exterior, e descobrimos que não há nada da natureza humana que precise de satisfação. Em vez disso, há apenas um sentido espiritual, um desejo ou amor pelo Espírito que insiste em ser interiormente preenchido.

       Ninguém que tenha sido tocado pelo Cristo nunca mais precisa se preocupar com o suprimento, seja dinheiro, amizade, companheirismo, amor, lar ou qualquer outro tipo de suprimento. Mesmo um pequeno grau do “estado de Cristo” o cumpre, e o indivíduo nunca mais tem que pensar no que ele deve comer, no que ele deve beber ou em como será vestido. Instintivamente, isso é sentido sempre que você chega à presença de alguém que tenha atingido até mesmo uma medida do Cristo, porque não há nada te puxando, ninguém tentando tirar algo de você. O Cristo se realiza sem necessidade de se voltar para uma pessoa ou coisa. O que quer que venha (e vem abundantemente) vem através do cumprimento da lei do Amor.

       Milhões de pessoas sabem orar, isto é, pensam que a fazem. Eles sabem o que querem, e se não conseguem fazê-lo através de meios humanos comuns, rezam por isso. Tal oração é pecado, porque é desejo. Não é apenas o desejo, ele está delineando o que se pensa que será bom para um. É pecado, porque não é relaxar e confiar que a Consciência Divina conhece todas as nossas necessidades. Quando o Cristo toca a consciência, todas as coisas aparecem, todas as coisas acontecem, tudo é cuidado.

       Em última análise, quando você entender o conceito correto de oração, você entenderá que a oração é um descanso interior em Deus; uma comunhão consciente interior. E então você entenderá porque a oração não tem nada a ver com o desejo. A oração tem apenas a ver com uma consciência, uma percepção, um sentimento de liberdade, alegria e paz. Cada vez que você resiste à tentação de orar por qualquer coisa, pedir, desejar, buscar e ou ansiar por qualquer coisa, você está orando. Você está reconhecendo que Deus, a Mente Onisciente, já conhece suas necessidades e está reconhecendo que o Amor de Deus é sua suficiência. Na percepção de que você vive e se move e tem o seu ser em Deus, como você poderia orar por qualquer coisa?

Mesmo quando vem a tentação e diz que você precisa disso ou daquilo, a Verdade vem e diz: “Deus é realização. Deus sabe da minha necessidade mesmo antes de eu fazer isso. ”Quando você resistiu à tentação de orar por coisas que você tem orado corretamente, é porque você tem comunhão com Deus. Tu o reconheceste em todos os teus caminhos. Então Ele lhe dará descanso.

       Quando você é chamado para o Tratamento, desligue-se da aparência e apenas procure Deus e deixe que Deus dê o Tratamento. Deixe que Deus ore em você e através de você. Deixe o Espírito de Deus dar testemunho com o seu Espírito. Deixe o Espírito de Deus fazer intercessão – você é apenas o ouvinte e o contemplador.

 

Autor: CAMINHO INFINITO NA PRÁTICA - reggisbrother

Coach Místico. Não sou nada. Não busco nada de ninguém. Nunca serei nada e nem posso querer ser nada. Apenas compartilhando a Graça. Paz, fique calmo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s