Deus é Um

Deus é Um, do Livro: Vivendo O CAMINHO INFINITO – Joel S. Goldsmith

“Ouve, ó Israel: O Senhor nosso Deus é o único Senhor.” (Deuteronômio 6: 4)

adult african american woman business businessmen
Photo by rawpixel.com on Pexels.com

Em nosso acordo e entendimento de que Deus é Um, Deus não tem oposto, e não há oposição. Com Deus como Um, só existe uma Atividade, um Ser, uma Causa, um Poder, uma Lei.

Quando o Mestre do Amor foi perguntado qual dos mandamentos era o maior, Ele respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, e com toda a tua alma, e com toda a tua mente”. Portanto, o primeiro e maior mandamento é “Não terás outros deuses diante de mim”. Pensamos em Deus como poder, e assim o mandamento é: Não reconhecerás outro poder senão Deus. O que, então, estamos temendo – germes, infecção, contágio?

Como Deus é o único poder, essas coisas podem ter algum poder?

De acordo com o ensinamento do Mestre, eles não poderiam ter poder, exceto aqueles que lhes foram dados por Deus.

Temos medo falta ou limitação?

Como pode a falta ou limitação nos afetar?

Nós tememos guerras e bombas de hidrogênio?

De acordo com o primeiro mandamento, somente Deus é poder.

O que aconteceria com o poder da bomba de hidrogênio se pudéssemos perceber Deus como o único poder?

Pense nisso profundamente, porque deve haver um momento de transição quando podemos intelectualmente declarar: “Ora, isso é certo. Se Deus é o único poder, o que devemos temer de todos os chamados poderes da terra e do inferno?

Então, deve haver um momento de transição quando sairmos desse acordo intelectual para o acordo espiritual, um sentimento de acordo interior, “Sim, essa é a Verdade; Eu sinto a verdade desse único poder.”

“Não terás outros deuses diante de mim” – portanto, Deus é a única Lei.

Estamos agora diante de uma questão surpreendente:

Existe uma lei da doença?

Deus é a única Lei.

O que, então, está causando a doença?

O que está se perpetuando, se não há lei da doença?

Nos é dito nas Escrituras: “De acordo com a tua fé assim será com você”; e, portanto, se você tem confiança, fé ou crença de que existe uma lei de doença, assim deve ser para você. Você vê, o mundo está tentando remover a doença através do estudo das leis da doença, e não existem tais leis.

De acordo com o ensinamento do Mestre e o ensino de toda a Sabedoria Espiritual ao longo dos tempos, existe apenas um Poder, uma Lei, um Ser. Pense, agora, porque este é o ponto para o qual estamos nos levando:

Não há nada neste mundo uso do poder de Deus seja a favor ou contra. Já que não há poder separado de Deus, não há pecado, nem mal; já que não há lei separada de Deus, não há lei de doença, nenhuma lei de falta ou limitação, e não precisamos mais nos voltar para Deus para superar essas coisas, para nos ajudar a nos elevar acima deles, para destruir, corrigir ou remover eles.

Essa é a função deste ensinamento, o ensinamento que podemos chamar de ensino é – apenas uma letra:  “É” – e é tão simples quanto a revelação que trouxe o Caminho Infinito à existência, também uma palavra de duas sílabas. “co-mo” … como.

Deus é expresso, manifesto, como você e como eu; Deus está aparecendo como seu ser e meu ser; Deus está aparecendo como, Deus se manifesta como este Universo. Não há individualidade separada de Deus, visto que Deus aparece como este Universo; não há condição à parte de Deus, visto que Deus aparece como a substância e atividade deste Universo. Deus aparecendo como, logicamente, conduz a Deus “É”. “É” não tem nenhum ponto de comparação, uma vez que sempre, eternamente e imortalmente, é o que é, e isto é, é Espírito. Não é algum grau de bem humano, nem é algum grau de maldade humana. “É” – espiritualmente, harmoniosamente, alegremente, eternamente, imortalmente, é infinitamente. “É”.

A Lei “É”. Não há boa lei ou má lei. Existe apenas a Lei – Deus É. Não há poder bom ou forte, nem poder bom ou mau. Existe apenas o poder – Deus É. Não há poder para se opor a nada, então não adianta rezar para que ele derrote nossos inimigos, não adianta rezar para vencer o pecado ou desejos ou apetites pecaminosos, não adianta rezar para que ele supere a doença, já que só existe um Poder e o Poder que É, É Deus.

 

Devemos estar chegando, agora, a um estado de consciência chamado É, e devemos descansar nisso. Não temos nenhum mal a quem se opor ou do qual sejamos protegidos, e não precisamos orar para que Deus faça algo por nós, já que Deus já É. Se, profundamente dentro de nós, podemos sentir um acordo sensível, isto é, nossa oração, nosso tratamento e nossa comunhão com Deus. “Ouve, ó Israel: O Senhor nosso Deus é o único Senhor” – Um em Essência, um em Causa, um em Efeito, um Infinito Bom.

adult air beautiful beauty
Photo by Oleksandr Pidvalnyi on Pexels.com

Você é levado a um estado contínuo de consciência, no qual você, mesmo por sugestão, não pensa em voltar-se para Deus para fazer algo por você, desde que você já está pensando. Nunca você reza por algo ou alguém. Toda a sua oração se torna um acordo interno que já é e sempre foi. “Antes que Abraão existisse, Eu sou … sempre estou convosco, até o fim do mundo. Nunca te deixarei, nem te desampararei. Sou, sou, estou com você; assim é.” Não mais você alcança mentalmente alguma declaração da Verdade. Existe agora apenas uma declaração da Verdade, e vem em uma palavra, É. Já É.

Muitos, muitos anos atrás, foi revelado para mim: “O que estou procurando, Eu sou. Eu já sou; já É; sempre é.” Com esse entendimento veio a percepção de que eu poderia desistir de procurar; Eu poderia desistir de procurar; Eu poderia até desistir de rezar. Já É. E agora minha oração não está mais pedindo ou afirmando. Minha oração é a realização, o reconhecimento, do “É”.

O que quer que seja de bom tenha entrado em sua consciência na forma de desejo ou esperança já É. Não há poder para trazê-lo para você amanhã. A questão do tempo entra aqui. Você não pode viver ontem, pode?

Nenhum bem pode entrar em sua experiência ontem e, até onde sabemos, ninguém jamais viveu amanhã. A literatura espiritual do mundo parece concordar que AGORA é a única vez que vivemos e, por essa razão, AGORA  é a única vez.

Então você pode ver, a oração que teria a ver com ontem ou no ano passado, ou talvez a última encarnação, seria uma perda de tempo. Você nunca vai viver uma hora atrás, então não adianta orar por, ou sobre, qualquer coisa com que se preocupava a uma hora atrás. “Deixe os mortos enterrar seus mortos.” Deixe ontem enterrar o ontem, e deixe-nos preocupar com o AGORA. Como não podemos viver amanhã, não há motivo para desejar ou querer ou esperar pelo amanhã. Há apenas uma hora em que nossas orações podem se materializar, e esse momento é AGORA.

É por essa razão que devemos aprender e compreender a instantaneidade e a espontaneidade da cura e da reforma, uma vez que ela só pode ocorrer AGORA. Que grande fato descobrimos?

Acima de tudo, descobrimos que Eu Sou! Eu Sou AGORA!

Você perguntará: “O que sou Eu?”

Isso, você deve aprender do interior, mas uma coisa é certa: se Eu sou, tudo o que o Pai é, e tudo o que o Pai tem, é exatamente AGORA que Eu sou unidade. Tudo o que o Pai tem é AGORA. Tudo o que o Pai tem é meu AGORA. Tudo o que o Pai é, Eu sou AGORA. Se você é capaz de seguir isto, você está sentindo, “Porque, isso é justo é novamente; É – não ser esperado e não receber oração. Por que não?

Porque neste AGORA há apenas um Poder, a única Presença, a única Lei que Eu sou. Tudo o que Deus É, Eu sou AGORA!

Até onde sabemos, o Mestre nunca orou por nada para si mesmo. Você consegue entender por que Ele nunca pareceu ter uma necessidade?

Se chegasse a cura, ele poderia curar multidões; se veio fornecer, Ele poderia cuidar de multidões. Em nenhum momento Ele estava buscando obter ou adquirir. A Bíblia afirma que Ele estava com fome, que foi tentado a transformar pedras em pão. Ele foi tentado a acreditar na falta?

Não.

Ele reconheceu sua satisfação, reconheceu seu Divino filho-receptor, reconheceu que tudo o que o Pai tinha era seu AGORA e não precisava fazê-lo. Já É. “Para trás de mim, Satanás.”

Fique atrás de mim – a tentação de acreditar que eu possa adquirir algo em um minuto a partir de AGORA, quando neste momento é minha isenção. É AGORA. Eu sou. Tudo o que Deus É, Eu sou.

 

Certamente, no fundo de sua consciência vem o sentimento de concordância de que AGORA estou no meio de você; tudo o que sempre foi é AGORA; tudo que será, será um AGORA , pois AGORA é a única vez – a Divina harmonia de Deus é o seu ser AGORA, e essa é a sua oração.

Então, mais uma vez somos advertidos a reter todo o julgamento, porque se julgarmos pelas aparências o mundo está cheio de céus que ficam nas montanhas, ou trilhas de carros que se juntam. No entanto, essas são apenas aparências ou ilusões, apenas tentações para nos impedir de nos aventurarmos adiante.

Você pode facilmente ver que você não pode discutir isso com amigos ou parentes porque eles vivem pelas aparências, e as aparências são o pão e a manteiga da sua vida diária. Todas as conversas sobre estado dos humanos são sobre aparências, então é inútil tentar conversar, argumentar ou raciocinar com elas. Fique quieto e saiba, porém fique muito quieto. Fique muito quieto e espiritualmente saiba que esta é a verdade:

Não há lei de doença; não há mal; Não há poder que possa prejudicar. Espiritualmente, sinta a exatidão disso. Se você sente isso espiritualmente, você está orando corretamente ao invés de orar errado. Se você pode sentir a retidão da única Lei, a única Presença, o único Poder – de que não há nada para superar, nada para destruir ou remover – então você saberá:

“Eu já sou. Isto É; Deus É; Harmonia É.”

adult background beach blue
Photo by Lukas on Pexels.com

À medida que percorremos as experiências de cada dia, sempre surgirão tentações para julgar o bem ou o mal, o doente ou o bem, o rico ou o pobre, o pecado ou a pureza. Somos confrontados não apenas com as três tentações do Mestre, mas com três milhões. Há sempre a tentação de olhar para a mulher apanhada em adultério e atirar algumas pedras, ou para o ladrão apanhado em flagrante e julgá-lo. De manhã à noite, somos tentados a acreditar nas aparências e rotulá-las de boas ou más, certas ou erradas, mas devemos resistir a essas tentações aprendendo a olhar para a pessoa, circunstância, condição ou doença, e reter o julgamento. Precisamos perceber que É – É – e deixar o Pai definir, delinear e mostrar aquilo que espiritualmente É. “Meu Reino não é deste mundo.” Não adianta tentar julgar o Reino Espiritual a partir das aparências – isso não funcionará.

O Estudo e Prática do CAMINHO INFINITO é o desenvolvimento da Consciência Espiritual. Não está passando pela existência humana escolhendo todas as coisas erradas e encontrando um sistema que as torne corretas. Ele está olhando através da aparência do bem humano e do mal humano, e aprendendo a contemplar a Realidade Espiritual, que é, mesmo onde a aparência parece ser. Cerca de 500 a.C. Lao-Tse declarou:

“Um nome não pode nomear o eterno.

Sem nome, é a fonte do Céu e da Terra;

com nomes vem a criação e coisas.”

Em outros palavras, se você pode nomear Deus, não é Deus. E assim é que qualquer coisa que você pudesse pensar sobre Deus representaria apenas seu conceito de Deus. Se você diz: “Deus é amor”, esse é um conceito de Deus; não é Deus. Então orar ao Amor ou à Mente seria rezar para conceitos, não para Deus. Você poderia passar por todos os sinônimos para Deus, e declarar que Deus é isto ou aquilo, e você estaria errado. Isso não seria Deus em absoluto; seria apenas um conceito de Deus, e rezar para isso não traria resultados. Já que qualquer pensamento que você possa pensar sobre Deus representaria uma opinião, uma teoria ou um conceito e não seria Deus, como então estamos no Caminho Infinito considerando a Deus?

Na verdade, há apenas uma coisa que você pode saber sobre Deus – Deus É. De que você pode ter muita certeza.

Você não tem como saber se Deus é a mente, ou se Deus é vida, ou se Deus é amor. Estas podem ser citações que meramente representam idéias formuladas pelos santos, videntes e sábios através dos tempos. Eles podem estar perfeitamente corretos em sua estimativa do que Deus É, mas você terá que admitir que qualquer coisa que possa ser dita sobre Deus representa uma teoria, uma crença, uma opinião ou um conceito – tudo exceto uma coisa: Deus É.

Que você sabe, Deus É. “Reconheça-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. … tu o manterás em perfeita paz, cuja mente está firme em ti.” Reconheça-o e mantenha sua mente no Deus que É. Deus É. Isso é suficiente para saber. O que mais você pode fazer no caminho da comunhão com Deus do que este reconhecimento interno que Deus É? Tudo o mais pode ser especulação ou opinião, mas uma coisa que nenhum homem pode tirar de você é a percepção de que Deus É. Enquanto você reconhecer que Deus É e descansar nessa segurança interior, de alguma forma, misteriosa para o sentido humano, Deus revelará tudo o que você precisa saber sobre Deus.

Temos conduzido a este ponto muito importante: não se preocupe com o que alguém ensina sobre a natureza de Deus e não se preocupe com o que alguém escreveu sobre Deus. Muito do que você lê e estuda pode parecer certo para você; e muito você pode questionar.

Há apenas um fato sobre o qual você pode sentir um acordo completo, sobre o qual, sem dúvida, alguma vez entrará em seu pensamento:

Deus É. Fique satisfeito com isso até que Deus lhe revele, de dentro do seu próprio ser, o que Deus É, quando Deus É, como Deus É. Deixe Deus se revelar para você.

Eu tive minha própria experiência interior com Deus, com a realização de Deus e com o sentimento real da presença de Deus, mas não posso tornar isso real para você. Muitos nem acreditavam que tive a experiência. A menos que você tenha alguma medida da experiência de Deus, como você poderia saber se estou dizendo a verdade, ou se eu, eu mesmo, posso não estar enganado? Eu sei, mas não posso transmitir esse conhecimento para você. Em um ponto você já está de acordo – Deus É. Se você aceitar de bom grado essa condição de Deus, esse ponto interno de percepção e realização que Deus É, e ponderar, logo Deus se definirá. Deus se revelará, se revelará e revelará a si mesmo dentro de você, de uma maneira original, e com cada experiência virá alguma medida do que chamamos de cura.

Você não encontrará saúde e riqueza para você; você descobrirá que saúde e riqueza foram incluídas em você desde antes mesmo de Abraão. Você descobrirá que, como Deus é a natureza infinita do seu ser, toda harmonia e todo bem estão incluídos na infinitude daquele Ser Espiritual.

Isso você experimentará por si mesmo, não acreditando em mim e não aceitando minha palavra. Só desejo que, acreditando em mim, a sabedoria e a demonstração espirituais possam chegar até você, mas não pode ser assim. A experiência espiritual pode vir somente através de sua própria realização. Eu posso lhe dizer apenas isto: Se você, sem preconceito ou opinião, sem uma teoria ou conceito do que Deus É, pode perceber, “Deus é, que eu sei”, e habitar com isso e ponderar, mantendo seu pensamento naquela linha, de fora das profundezas de sua consciência dentro virá a experiência revelando o que Deus É, e como Deus opera e age através deste maravilhoso Universo. Isto será através do discernimento Espiritual, e isto não virá meramente concordando com o que os outros disseram ou escreveram sobre Deus. O discernimento espiritual virá com toda experiência de Deus, e você só poderá ter uma experiência de Deus conhecendo a Verdade. E qual é a única verdade que você conhece?

Deus É – isso é toda a Sabedoria Espiritual que você conhece ou saberá até que Deus revele mais de dentro do seu próprio ser.

Os antigos hebreus disseram: “O Senhor nosso Deus é o único Senhor”, mas isso também é uma reafirmação de um conceito de Deus. Continuamos a partir daí e dizemos que Deus é um Poder, uma Lei, mas até que o próprio Deus revele isso, permanece um conceito. Para mim, não é mais um conceito – é uma verdade revelada por causa de uma experiência que ocorreu em minha consciência, mas para você pode ser apenas uma afirmação que estou repetindo.

Uma coisa você sabe – Deus É. Guarde isto para si mesmo, viva com isto, fique satisfeito com isto até que, para o que você já sabe, para o que você já tem de sabedoria espiritual, será acrescentado o equilíbrio: “Para quem o tiver, lhe será dado, e ele terá mais em abundância.” Você tem essa Sabedoria Espiritual que Deus É, e ponderando sobre isso, meditando sobre ela, e pensando nela dentro de seu próprio ser, será adicionado a você todo o resto: quem é Deus; o que Deus é; como Deus é. O caminho será claro para você de dentro do seu próprio ser.

Captura de Tela 2018-05-24 às 20.16.22Tenho apenas um desejo para os estudantes de O CAMINHO INFINITO, e todos os outros no Caminho, e isto é, não que eles aceitem o que minha experiência em e com Deus tem sido, mas que cada um possa experimentar Deus, conhecer a Deus, sinta Deus, ame e entenda Deus e, finalmente, realize a Divindade.

Joel S. Goldsmith

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: