A Natureza do Poder Espiritual

Todos somos hipnotizados até certo ponto pela crença de que existem bons poderes e poderes ruins, poderes espirituais e poderes materiais. Ser des-hipnotizado significa entrar em certa medida no acordo de que . . .

Não pode haver Deus e algo além de Deus.

Não pode haver Espírito e algo diferente ou oposto ao Espírito.

Se você captou os princípios básicos da mensagem do Caminho Infinito, reservará um período de meditação todos os dias para os problemas mundo, como se “este mundo” fosse seu paciente, sofresse de uma doença incurável, e você fosse a transparência para a cura – não através de uma oração, não por uma única realização, mas pela persistente e constante realização de seu principal princípio, o qual é reconhecer, ao olhar para essas forças que parecem ser tão destrutivas: “Tu não poderias ter poder algum contra mim. , exceto que te fosse dado do Alto”. Já que Deus é Espírito, o único poder operacional e operativo é o poder espiritual.

Muitos anos atrás, Charles P. Steinmetz disse que a maior descoberta do século XX seria a descoberta da natureza do poder espiritual. E hoje a natureza desse poder espiritual está sendo revelada.

Acredita-se pelo mundo que o poder espiritual é o poder de Deus com relação a fazer alguma coisa para: o pecado, a doença, a morte,  a falta e  a limitação. Acredita-se que o poder espiritual é algum tipo de poder divino que pode ser usado. Isso é o que enganou o mundo.

Pessoas bem-intencionadas acreditaram nisto, e muitas ainda acreditam, que pela oração elas podem ser poder espiritual para o mundo, e assim remover os pecados e doenças deste mundo. Por causa dessa crença, eles perderam o caminho.

woman reading a book sitting on mattress near the blue string light inside the room
Foto por Ivandrei Pretorius em Pexels.com

O poder espiritual é algo que está funcionando neste exato momento em você.

Você NUNCA será capaz de usá-lo.

Você NUNCA saberá como funciona ou trabalha . . .

Você só será capaz de . . . testemunhar seu efeito em sua experiência, e  . . .

somente quando PARAR de tentar usá-lo; e . . .

Deixar-ELE te usar.

Portanto, Deixe-O funcionar em você.

Fique calmo(a) e Saiba.

Joel

Trecho – Realização da Unidade pág. 197.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: