Oração Verdadeira – A Fonte do Nosso Bem

A primeira vez que uma pessoa venho até mim por cura e perguntou: “Você poderia orar por mim?”. Neste momento foi quando apercebi que não sabia nada sobre o assunto oração, exceto uma oração infantil bem conhecida: “Agora me deito para dormir, oro ao Senhor, minha alma para manter os anjos olhando por mim ao longo da noite”. E apesar de não ser uma oração desenvolvida ou uma espiritualmente profunda, por muitos anos ela me ajudou a dormir a noite. O motivo para isto ficou claro mais tarde, depois de ter ganhado um maior entendimento sobre a oração. Eu estava indo dormir. Eu estava indo me tornar inconsciente. Eu estava adentrando um estado no qual eu não poderia cuidar de mim mesmo. E ao me deitar para dormir e me colocar nas mãos de Deus, eu estava tirando a responsabilidade de mim mesmo, o que me permitia descansar aos Seus cuidados.

Essa é uma forma de oração tão elevada quanto uma existente – sem palavras, mas naquela atitude de: “Pai, estarei indo dormir, alguma coisa poderá acontecerá durante meu sono, e não estarei por perto para me proteger. Então, agora, conforme me deito para dormir, por favor cuide de mim e assuma o controle enquanto durmo”

Esta atitude é uma rendição, ou virtualmente dizendo: “eu por mim mesmo não posso cuidar de mim enquanto estou dormindo, então Pai, Tu estás no comando.” Isso é uma rendição de qualquer dependência em recursos materiais. Isto reveste completamente alguém no Espiritual.

Deixe-me contar a você o que aconteceu quando a primeira pessoa que me pediu para orar por ela. Fechei meus olhos e disse: “Pai, você sabe que não sei como orar, então qual é o próximo passo?”.

Instantaneamente uma Voz interior disse: “O homem não poder curar”, e com isso toda responsabilidade caiu dos meus ombros. Continuei não sentido que estava orando e continuei não sabendo como orar. Porém você pode perceber que realmente eu estava orando no exato momento em que reconheci que não sabia como orar.

Paulo orou muito essa mesma oração quando ele disse: “Pois não sabemos o que pedir e nem como pedir” (Rom.8:26). Esta é uma das mais elevadas formas de oração jamais concebidas pelo homem – nenhuma palavra sequer fará alguma coisa por alguém. Se, no entanto tiver um sentimento interior em você que não sabe como orar e nem sabe pelo o que orar. E que na sua mente você pode até estar ciente de coisas que humanamente deseja, porém você não sabe se são boas ou não para você, só assim você estará orando.

“pois não sabemos como orar ou pelo o que orar”

Tome muito cuidado pelo o que você ora: Talvez você obtenha isso! Muitas pessoas estão perseguindo borboletas e arco-íris, certo de que se eles os alcançassem seria isto, mas então descobriram que estão com problemas. Assim quanto mais você reconhece: “eu não sei como orar ou pelo o que orar, eu por mim mesmo não tenho sabedoria que possa alcançar a Graça Divina”. Deste modo você se posiciona em uma atmosfera de receptividade onde o Pai fala dentro de você e, quando o Pai expressa Sua Voz, a terra se derrete.

Nada se equivale em importância ao assunto da oração.

A ignorância da oração vem mantendo o mundo em uma turbulência contínua.

Todos os dias lemos nos ornais as tragédias que se sucedem mesmo com aqueles que oram por si próprios e por seus familiares. Quando alguém é morto em um acidente de carro, atingido por alguma deficiência ou doença fatal, eles se questionam: “O que há errado com minha oração?” ou “Por anos tenho tentado viver uma vida boa, uma vida benevolente orando regularmente e ainda assim as tragédias assolam minha casa o tanto quanto atinge as casa daqueles que não oram. O que há de errado com minhas orações?”

A resposta é esta: independente de como alguém ora, a oração nunca alcança Deus, se ao menos antes da oração realmente for feito o contato com Deus.

Nosso relacionamento com Deus é o mesmo de um aparelho elétrico com a fonte de energia. O aparelho pode estar completo e funcionando corretamente mas até que ele seja conectado a uma fonte de energia ele não funcionará. Nós podemos orar para que o aparelho funcione de hoje até o próximo século, e ele continuará sem funcionar, a não ser que um contato com a corrente elétrica seja feita. Sendo assim por mais sinceras que seja nossas orações, elas são inúteis. A menos que primeiro façamos o contato com a Fonte.

A oração respondida está disponível para qualquer um que tenha um desejo profundo suficiente para descobrir o caminho para oração verdadeira e praticá-la. Ele poderá comprovar a eficácia da oração na proporção de sua devoção em colocar isto em prática.

Nos meus dias iniciais de ingresso no trabalho espiritual do mundo negócios. Descobri que se eu pudesse ficar em contemplação e meditação silenciosa, sem saber nada sobre oração que use palavras e orações prontas, grandes coisas aconteceram, não apenas na minha experiência mas na experiência de vida daqueles que me procuraram por ajuda. Pessoas foram curadas de doenças mentais e físicas, de carência e limitações, e discórdias de toda natureza.

Nenhuma dessa orações e meditações silenciosas tem alguma coisa haver com um apelo a Deus para me curar ou curar alguém que me pediu ajuda. Nem para direcionar uma melhora ou salvar alguém.

Elas são uma tentativa de obter dentro de mim mesmo um lugar onde perco a consciência do eu (ego) ou qualquer outro eu de alguém e, me tornar preenchido por uma alegria, paz e brilho dentro de mim. Acima de tudo, é um alívio interior do medo e da preocupação.

A oração respondida vem apenas quando existe uma transmissão do interior para nossa consciência – não quando algo sai de nós para Deus, mas quando algo vem Deus para nós.

.

Conforme estudamos o assunto da oração profundamente, descobrimos que nada o que dizemos ou pensemos sobre Deus pode alcançar El. A única coisa que possibilita o contato com Deus é a quietude e silêncio interior onde Deus possa fluir.

Deus não está redomoinho.

Deus não está no tumulto do mundo.

Deus não está no bláblá de nosssas palavras e pensamentos;

Deus está na Voz mansa e silenciosa.

Portanto corretamente entendido, a oração é qualquer abertura nossa para a receptividade da Graça Divina. A oração respondida vem apenas quando existe uma transmissão do interior para nossa consciência – não quando algo sai de nós para Deus, mas quando algo vem Deus para nós.

Joel S. Goldsmith – Cap.1 – A Verdadeira Oração – Livro: A ALTITUDE DA ORAÇÃO


Categorias:Ensinamentos Joel S. Goldsmith

Tags:, , ,

3 respostas

  1. Que caminho infinito temos…. Gratidão. Todos somos UM. Abs . Aloha

    Curtir

  2. Gratíssima! !!! Estou no Caminho….

    Curtido por 1 pessoa

Trackbacks

  1. Meditação sobre Viver pela Graça – CAMINHO INFINITO NA PRÁTICA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: