Como Posso superar a Exaustão Nervosa?

R: Não tem jeito, exceto a mesma forma de estudar, meditar, talvez um pequeno tratamento ocasional para ajudar, até que venha o reconhecimento de Deus como o Ser onipresente, o Ser único.
Quando temos isso, não faz diferença se você chama de exaustão nervosa, stress ou qualquer outra coisa. Tudo desaparece.

A naturalidade desta mensagem do Caminho Infinito está nisso: é um reconhecimento do fato de que já estamos no Céu, e que não estamos nos esforçando para chegar lá. Não estamos tentando, com muitas afirmações da verdade, auto-hipnose e tudo o mais, realizar algo que já está estabelecido.
Nosso trabalho, principalmente, é relaxante. Isso parece fácil. Não é tão fácil quanto parece, mas essa é a nossa função – relaxar e deixar ir e vir. “Soltar”. Da mesma forma que se plantássemos uma semente no solo e a cobríssemos, partimos e deixamos a natureza seguir seu curso. Existe uma coisa chamada natureza; existe uma lei da natureza que atua sobre aquela semente que a produz frutos.
E assim é, que existe uma lei de Deus que opera em, por meio e como nosso ser, e é realmente responsável por nos governar. Somos árvores de Seu plantio. Nós somos Suas criaturas; nós não somos nossos. E à medida que reconhecemos essas grandes verdades, permitimos que Sua lei assuma o controle e, à medida que a deixamos, Ela se torna a lei para nós, tem a responsabilidade e funciona e, por fim, vivemos pela graça.


Agora, viver pela graça é realmente fazer as coisas que nos são dadas para fazer, e deixar a lei funcionar e nos mostrar o que fazer e como fazer. Em outras palavras, ainda teremos empregos, ou ainda teremos casas para cuidar. Ainda administraremos empresas e governos, mas faremos isso sempre com a inteligência certa, a direção certa e a integridade certa. Isso é viver pela Graça. Não significa ser retirado do mundo dos negócios e instalado em um sítio, e ter todo o nosso bem trazido para nós lá. Significa continuar na mesma linha de vida em que estamos agora – provavelmente avançando de uma coisa para outra coisa mais elevada, mas fazendo sempre o que nos é dado para fazer hoje, e permitindo que esta Graça forneça o que temos que fazer amanhã, e também nos forneça a inteligência, a sabedoria, o financiamento e tudo o resto que vai com ele.
Agora, eu trouxe isso ao ponto de ser um observador. Ser um observador realmente significa viver pela graça. Para que se você acordar de manhã e vier uma demanda para você visitar alguém com algum propósito, sua função é fazer a visita, e fazê-la da melhor maneira possível, e continuar com sua próxima tarefa. Se você está no negócio e sua chamada é sair e vender, você sai e vende, deixando o resultado com este Princípio, não se preocupando em fazer ou não a venda. Isso não é da sua conta. Sua preocupação é sair – se a hora for sair – e fazer o seu trabalho, sempre deixando o resultado para aquele Princípio e não sendo perturbado se não estiver de acordo com a maneira que você delineou.
Nunca se esqueça que até os vendedores saem e têm dias em que não fazem uma venda de acordo com a aparência humana, mas eles, de uma forma ou de outra, acumularam uma reserva que amanhã ou depois vai resultar em dois, três , ou cinco vendas. Ninguém sabe o real resultado de qualquer trabalho que eles fazem hoje, da mesma forma que uma pessoa nesta plataforma não tem como se levantar e dizer: “Quanto bem você recebeu desta série de palestras?” Não importa o que você diga, pode não ser correto, porque o efeito deste trabalho é cumulativo. Você pode acordar amanhã e descobrir que toda a sua experiência mudou, ou isso pode levá-lo a comprar algum livro que mudará toda a sua experiência.
Você não pode dizer neste minuto quais serão os frutos finais deste texto. Você tem que se questionar sobre isso em um ano, ou dois, ou três a partir de agora, e então ver o que aconteceu como resultado direto disso. Você pode estar ciente de uma cura direta e outra imediata, mas Deus sabe há muitas curas que aconteceram e não se manifestarão por dias ou semanas, porque ocorrem interiormente. Você perde de vista o problema e um dia acorda e descobre que ele não está lá e se pergunta quando isso aconteceu. E então você vai se lembrar: “Bem, eu
fui à igreja ontem. É quando deve ter acontecido. “
Não, você pode ser curado de algo aqui hoje que foi o resultado de ir à igreja há dois meses, e diremos: “Oh, foi o resultado de ir àquela palestra.” Não. Nem sempre sabemos quando as curas acontecem; quando a cura realmente ocorreu. Nós sabemos quando se manifesta em nossa experiência – e nem sempre mesmo assim. Quantas pessoas estão carregando reclamações e então acordam um dia e dizem: “Eu não tenho mais isso. Eu me pergunto quando isso sumiu.” Não, não temos como saber os frutos.
E assim é.

Estive no mundo dos negócios e sei que não há como dizer pelo fato de que você pode sair o dia todo e não ter negócios hoje; você não tem como saber o quão abrangente essas ligações podem provar amanhã, depois de amanhã ou na próxima semana.
Portanto, para realizar esse viver pela graça, paramos de observar os resultados e observamos apenas nossa atividade, tendo a certeza de fazer o que somos chamados a fazer, e fazê-lo agora – não deixando para amanhã o que pode ser feito hoje – tirando tudo do caminho tão rapidamente quanto nos é necessário fazer, limpando a mesa por uma hora a partir de agora, ou amanhã, ou depois de amanhã. Dessa forma, então, a responsabilidade está sobre seus ombros, e encontramos nossa harmonia, nossa bem, desdobrando-se para nós dia após dia, sem pensamentos ansiosos ou sem preocupação.

Joel – Série Perguntas & Respostas

(Trecho da gravação nº 5, Primeira série de Portland de 1950, lado 2: “Perguntas e respostas”.



Categorias:Perguntas & Respostas

Tags:, , , ,

1 resposta

  1. Que mensagem mais oportuna!
    As vezes achamos que o que estamos fazendo é em vão, porquê não vemos o resultado imediatamente. Nada é em vão, se fizermos com Amor e sinceridade!
    Os frutos não vem para o nosso autoreconhecimento , e sim quando estamos em sintonia com a Graça!
    Gratidão 🙏

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: