Gostaria de saber sua opinião sobre astrologia.

Resposta: A astrologia é uma crença, assim como qualquer teoria médica. Se você perguntasse a qualquer médico se ele está usando os livros que foram dados a ele quando estava na faculdade, ele provavelmente jogaria um deles em você. Eles foram descartados inúmeras vezes, e as coisas que foram ensinadas a um médico há 20 anos provavelmente nem seriam vistas em um livro hoje.
Eles reconheceram que essa era uma teoria na época. Agora temos uma teoria diferente, então continuamos. Porém, mesmo não sendo leis, mas teorias, funcionaram em média de casos. Trabalharam na proporção da fé que neles foi depositada, assim como hoje há pessoas que recebem um grande benefício, uma grande ajuda, de um copo d’água. Existe uma forma de prática médica que aceita todos os casos que qualquer outra matéria médica tomaria e, no entanto, eles a tratam apenas com água pura. Sim, eles tomam uma gota do remédio e diluem em cerca de oito litros de água. Bem, você sabe quanto resta do remédio, e aí eles te dão uma colher de chá cheia dele. Mas eles têm a mesma porcentagem de curas que qualquer outra forma de matéria médica tem, e não há razão para não, porque tudo isso é a fé que você pode ter no médico ou no frasco do remédio ou seja lá o que for é prescrito.
Assim temos com a astrologia. Se você quiser a verdade do ser, você a encontrará no primeiro capítulo de Gênesis: “Deus fez tudo o que foi feito”, e entre as coisas que Ele fez, você descobrirá que Ele fez os céus e as estrelas, os planetas, o sol, a lua e a terra, e as águas, o oceano, os pássaros, tudo que está na Terra. E então Ele fez o homem à Sua própria imagem e semelhança e deu-lhe domínio sobre toda a criação.
Agora, quando então, a imagem se inverteu e as estrelas assumiram o domínio, ou os planetas assumiram o domínio sobre o homem?

Quem é que criou essa ideia?

Não há registro em nenhum lugar na literatura espiritual que Deus deu domínio a qualquer coisa, mesmo ervas, sobre o homem. Ele os deu a ele como alimento, ele os deu a ele para sustento, mas não para domínio sobre ele.
Pode-se fazer com que a astrologia trabalhe em sua experiência da mesma maneira que uma gota de medicamento atenuada 80 mil vezes pode ser eficaz – de acordo com a crença colocada.
Se você puder acreditar bastante que amanhã é seu dia de boa sorte, provavelmente encontrará dez centavos, um dólar ou dez. É uma questão de crença. Na verdade, a verdade do ser diz respeito à astrologia e à criação do seu próprio destino.

Você pode criar seu próprio destino e pode até criá-lo estudando Astrologia. Essa seria uma forma de criar seu destino. Mas isso não significa que seja verdade, e na verdade você só teria sucesso na proporção de sua própria crença, e então apenas até certo ponto, e então você descobriria que não funcionaria.
Você sabe, é como todas as profecias da pirâmide. Você provavelmente sabe que tudo o que aconteceu nos últimos três mil anos foi profetizado nas pirâmides. Mas se você quiser observe com atenção, as traduções só são feitas após o evento ter ocorrido. Você pode encontrar livros que podem dizer exatamente quando a Segunda Guerra Mundial chegou ao fim, e quando a Primeira Guerra Mundial chegou ao fim e quando começou. Mas nenhum desses livros foi impresso antes do evento acontecer, sempre depois. “Nós sabíamos que isso iria acontecer, porque era o que dizia.” Ninguém teve coragem de imprimir esse livro primeiro. Ninguém hoje tem coragem de sair e dizer em tal ou tal dia, uma bomba atômica vai cair, ou nunca vai cair. Mas depois? Ohhh, “Foi nas pirâmides; estava nas estrelas; estava nos planetas. ”
Nunca se esqueça disso: existe uma forma de leitura da mente humana. Assim como a Mente Divina é uma, essa crença da mente, a mente humana, é uma. Portanto, é possível que pessoas de algum tipo sejam capazes de dizer coisas sobre você que não aconteceram e algumas coisas sobre você que aconteceram. Por quê? Porque todos esses padrões existem em nossa mente. É apenas uma questão de saber se temos o suficiente desse assim chamado dom para sermos capazes de apreendê-lo. Agora, isso não tem nada a ver com qualquer coisa que tenha poder. Isso só tem a ver com a mente e a capacidade de ler pensamentos sem forma no que diz respeito à expressão externa.

Nós, em nosso trabalho, devemos reconhecer que a base de toda verdade espiritual é que Deus é o único poder. Se você vai dividir o poder de Deus com qualquer outra coisa – astrologia ou mesmo o calendário, hora, anos, aniversários – e permitir que eles tenham um efeito sobre você, você se coloca sob a lei. Você pode fazer isso ou pode se separar da lei e começar a viver pela Graça. Viver sob a lei significa aceitar tudo o que o mundo chama de lei. Por exemplo, se o mundo diz que ficar em uma corrente de ar gelado causará um resfriado e você aceitar isso, consciente ou inconscientemente, ficar em uma corrente de ar gelado certamente produzirá um resfriado. Tem milhões de vezes, não porque seja uma lei, não porque seja verdade, mas porque, consciente ou inconscientemente, você aceitou essa teoria como lei.
Da mesma forma, o simples fato de nascer indicaria seu consentimento em morrer. Em outras palavras, quando você nasce, você aceita o fato de que tem um minuto de idade, uma hora, um dia, um ano, e sua aceitação disso torna inevitável que aceite sessenta, setenta, oitenta anos de idade.
Ilustrei esse ponto em uma experiência minha no primeiro ano em que estive na clínica. Meu pai e eu nascemos na mesma data. Fizemos nossos aniversários na mesma data, e minha irmã ligou para me lembrar deles e para me dizer que eles iriam fazer uma festa de aniversário para nós nessa data. Bem, eu era um praticante muito jovem e novo na Ciência [Cristã] e sabia que você não devia fazer aniversário. Bem, eu disse a ela com muita justiça: “Oh, não, eu não estaria lá. Eu não tenho aniversários. ”
“Oh, bem,” ela disse, “tudo bem; se você quiser ser tão científico e não fazer aniversário. Mas seu pai ainda gosta de aniversários, então você pode ser convidado para o aniversário dele. ”

Bem, eu não sabia que queria me comprometer com o erro nessa medida, então disse que pensaria sobre isso e a deixaria saber. E eu pensei sobre isso, e enquanto pensava sobre isso, veio direto à minha cabeça: “Bem, do que você tem medo? Você está com medo do fato de ela ter dado o nome do aniversário que você acha que é. Se ela tivesse dito que era seu centésimo aniversário, você teria considerado isso uma piada e teria ido embora. Mas ela acabou de citar o número de anos que você acha que é o seu aniversário, e você está com medo disso. ” Aha! Eu não tenho que negar datas de nascimento. Eu não tenho que negar aniversários. Tudo que eu preciso saber é: “Qual a diferença de quantos vão surgir? Que diferença quantas vezes no calendário … Eu sou o mesmo sujeito. Eu sou sempre o mesmo. Deixe essas datas irem por aí. ” E desde então, tenho deixado eles andarem e até curtindo os aniversários, principalmente os que traziam presentes.

Sabe, não acho que tenhamos o direito de ser tão metafísicos que não gostemos de dar a alguém um presente de amor ou receber uma lembrança ou um presente de amor. Se for certo [faça isso], não cheguei a esse ponto. Ainda sou terrivelmente humano nesse aspecto e adoro lembrar e ser lembrado. Se isso estiver errado, bem, vá em frente, mas não me importo com aniversários, vou te dizer. Eu superei isso a ponto de você poder me dizer quantos você acha que são, mas eu sei quantos eu sinto, e é só nisso que estou interessado.
Agora, se você pode aceitar ir ao redor do calendário como algo para seu corpo ou suas faculdades, então você está aceitando isso como uma lei. Se, no entanto, você vir que aquele calendário na parede não tem nada a ver com sua consciência, e nada a ver com seu ser – ele nem sabe que você existe; não é dirigido a você de forma alguma – você pode, em certa medida, se libertar da crença da preocupação com o que chamamos de idade.


Agora, da mesma forma, a Astrologia não tem absolutamente mais poder do que um copo d’água ou uma colher de chá cheia d’água, mas você pode dar a ela todo o poder que quiser. Você pode ficar com medo dela da mesma forma que pode ter medo de andar debaixo de uma escada, ou pode ter medo de sexta-feira 13, ou medo de um gato preto. Mas tudo isso está acontecendo em sua mente, você sabe, e é você quem está aceitando a crença de que algo aqui tem poder.

Joel – Série Perguntas & Respostas

Trecho da Gravação 612B, Lado 1: Segunda Série de Portland de 1951, “Perguntas sobre Tratamento e Astrologia e o Criador de seu Destino.”



Categorias:Perguntas & Respostas

Tags:, , , ,

2 respostas

  1. Senti muito amor e alegria lendo esse texto! Gratidão eterna pela postagem.

    Curtido por 1 pessoa

  2. 🌹AloHa🌹

    Enviado do meu iPhone

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: