O Propósito do Ministério de Cristo

O ministério de Cristo revela a natureza de Deus como Consciência Individual. Este ministério é uma realização constante de Deus como Consciência Individual, como a sua Consciência e a minha, e a Consciência de todas as pessoas que encontramos. Então, apesar de finalmente nos elevarmos acima do desejo humano de ajudar as pessoas, a nossa percepção de sua Verdadeira Identidade será de imensurável ajuda, porque Deus, como sua Consciência, é capaz de dar a eles toda a ajuda que necessitam. A ajuda que eles realmente precisam é que uma pessoa – “apenas uma” – reconheça que Deus é sua Consciência. Eles estão acreditando que tudo o que eles têm é um estado humano mortal que não é igual aos fardos do mundo. Portanto, enquanto caminhamos para cima e para baixo neste mundo, sem qualquer sensação de desejar ajudar alguém, regozijemo-nos dentro de nosso próprio Ser, porque Deus é a Consciência desdobrada, revelada e expressa do Ser Individual. Cada um contém dentro de si o Cristo Pleno, e isso é tudo o que é necessário para a Sua Realização.

Esse é o propósito do ministério, pois ele se interpreta para nós. As pessoas atuam neste ministério através de muitas habilidades – seja como médicos, advogados, legisladores, professores, empresários, donas de casa. Todas essas atividades podem cumprir a ordem bíblica de “amar o próximo como a ti mesmo” e “amar o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e com toda a tua alma, e com toda a tua mente”. Esse amor, como você tão bem sabe, tem graus, graduações. Em um ponto de nossa experiência, o mais alto que poderia se esperar de nós seria que fizéssemos uma contribuição benevolente para um fundo comunitário, ou um sanatório, ou um orfanato. Hoje, ainda nos pedem para fazer essas coisas, e nós as fazemos, como parte de amar nosso próximo como a nós mesmos, de acordo com o nível de Consciência. Isso, no entanto, não é nosso Ministério do Cristo.

O trabalho que nos foi dado a fazer no Caminho Infinito é viver na percepção de Deus, na Consciente Realização de Deus, desdobrando-se e revelando-se como Consciência Individual.

Então o que acontece? Deus, a Mente do Indivíduo, é Todo o Poder do mundo para esse individual. A Mente Individual, então, torna-se um ponto focal através do qual Deus age pelo bem do indivíduo. Onde quer que você esteja e faça o que fizer, lembre-se disso: sua função é viver de modo a perceber conscientemente que Deus é a Vida, a Alma, a Mente e a Consciência do Ser Individual. O Ser Individual é fortalecido com tudo o que Deus é: “Filho, tu estás sempre comigo, tudo o que é meu é teu… Ainda que faças sua cama no inferno, aí estou Eu”.

Quando vivemos despertos nesta Consciência, nós abençoamos os outros. Esse é o método que nos é dado para abençoar o mundo, ou aquela parte dele que vem ao alcance de nossa Consciência. Essa é nossa função particular e nosso método particular de trabalho. Você já parou para pensar que existe um pano de fundo espiritual, que em todo o mundo há pessoas orando diariamente da maneira que fomos ensinados a orar? Essas pessoas formam esse pano de fundo espiritual, e cada um está orando de acordo com a mais alta Luz que lhe foi dada, a Luz mais alta que ele é capaz de receber neste momento. Da mesma forma, nos é dado sermos um pano de fundo espiritual, sermos trabalhadores silenciosos, sermos oradores silenciosos.

“Ama o Senhor teu Deus …” mas não se esqueça da segunda metade do mandamento: “Ama teu próximo como a ti mesmo”. Aquele próximo, como temos trazido tantas vezes, é realmente todo indivíduo na Terra. No livro “União Consciente com Deus”, este tema foi desenvolvido: “Minha Unidade Consciente com Deus constitui a minha Unidade com todo Ser Espiritual”. Por causa desse Contato, todo o bem que está fluindo para nós irá, através de nossa Unidade com todos, fluir para fora. Por causa dessa Verdade, todo o bem de Deus flui para nós, através de todo Ser Espiritual. Nós somos um canal, um pano de fundo, um sistema de fios através do qual o Bem de Deus flui dos outros para nós, e através nós para os outros. Tudo o que Deus tem e tudo o que Deus é está fluindo através de mim para todos no universo, e através de tudo no universo para mim.

Agora vamos perceber Deus como Consciência Individual – a Infinitude de Deus aparecendo como indivíduos. Vamos aceitar essa mensagem e essa missão. Vamos aceitar a consagração e dedicação que isso requer, e vamos determinar que, na medida em que nos for dada, vamos cumprir nossa missão como parte do Plano de Deus. E então veja o que acontece conosco!

Mas devemos ter muito cuidado para de modo algum não confundir a ideia de desdobramento espiritual com demonstração material, nem esperemos que, através do pensamento “certo” ou do pensamento espiritual, possamos comprar uma demonstração material ou ganhar o poder de demonstrar coisas materiais. Mantenha sua Demonstração no Reino do Espírito. Quando você se voltar para o Espírito em busca de ajuda, deseje apenas o Bem Espiritual. Nós estamos vivendo em um maior estado de desdobramento do que o de demonstrar coisas e pessoas. Quando nos voltamos para Deus, vamos orar pelas “coisas de Deus”. Noventa por cento do nosso fracasso em experimentar a Harmonia é que nos voltamos para o Espírito por demonstrações materiais. Nós só temos o direito de nos voltarmos a Deus para as “coisas de Deus”, e então deixarmos Deus interpretar essas coisas para nós. Deixe o Cristo interpretar as coisas de Deus em termos do que nos parece como necessidades humanas.

A questão freqüentemente é levantada: a quem devemos curar? A quem devemos responder, quando houver um pedido de ajuda? A quem devemos negar ajuda? Deveria fazer alguma diferença para nós se aquele que busca ajuda é judeu, católico ou protestante? Deveríamos perguntar se ele está em um hospital, em uma prisão ou se é membro de uma organização metafísica? Temos a Presença de Deus diante de nós, naquela mesma pessoa pedindo por ajuda – Deus aparecendo como a Mente e Consciência do Ser Individual. Essa é a Verdade. É para isso que somos chamados a saber, independente de quem pede ajuda – o que, o porque ou quando.

Não deixe que aquilo que Deus criou sempre apareça à nossa vista como profano ou imundo. Nós não estamos lidando com um conceito mortal do homem; estamos lidando com a Criação de Deus. Nós não estamos sabendo a verdade sobre o “homem, cuja respiração está em suas narinas”. Em vez disso, nos disseram para “não pensarmos no homem cuja respiração está em suas narinas”. Quando uma chamada chega até nós, deve haver o instante de reconhecimento de que esta é “a Mente que estava em Cristo Jesus”. Essa é a nossa mensagem – o reconhecimento de Deus aparecendo como Ser Individual.

Nosso trabalho, nossa mensagem e nossa missão não precisam de defesa. Que nenhum de nós jamais seja encontrado a qualquer momento defendendo esta mensagem

No curso humano dos eventos, nós, que defendemos este Princípio ou mensagem, encontraremos crítica, julgamento e condenação, dependendo do ponto de vista de quem está examinando nossa missão e nossa mensagem. Sejamos sábios. Sejamos muito sábios. Nosso trabalho, nossa mensagem e nossa missão não precisam de defesa. Que nenhum de nós jamais seja encontrado a qualquer momento defendendo esta mensagem. Seria sensato manter essa atitude, independentemente de qual mensagem você está seguindo, ou qual missão. Nunca a defenda. Deixe seus frutos darem testemunho disso. Aqueles que encontram falhas em nossa abordagem particular podem, muito honestamente, entender mal nossa mensagem e nossa missão. Nesse caso, torna- se necessário apenas dizer: “leia os livros; julgue por si mesmo; e então siga ou não, à vontade”. É possível que o senso pessoal entre na crítica, na condenação e julgamento de nós, e nesse caso qualquer defesa seria uma perda de tempo. Você não pode convencer qualquer um contra a sua vontade, e mais uma vez dizemos: “leia por si mesmo”.

Faça desta mensagem sua própria demonstração individual. Lembre-se sempre que você nunca é chamado para defender esta mensagem ou sua conexão com ela. Deixe a mensagem ser julgada pelos seus frutos, e deixe sua intenção e propósito serem mostrados pelos escritos. Se os escritos não explicam e esclarecem, nada que você possa adicionar ou fazer irá esclarecê-los.

Você recebeu o ensinamento de que Deus aparece como você e eu individuais, a mensagem que Deus aparece, se desdobra e se revela como a Vida e a Consciência do Ser Individual. Então, nunca, em seu pensamento, aceite alguém na Terra como outra coisa que não a manifestação da própria Identidade de Deus.

Franz Kafka nos disse que não precisamos fazer muito sobre qualquer coisa, exceto ficarmos calmos – e nem ficarmos quietos. Apenas sente-se em silêncio – e nem mesmo sente-se silenciosamente. Suas palavras foram: “você não precisa sair do seu quarto. Permaneça sentado na sua mesa e ouça. Nem sequer ouça, simplesmente espere. Nem espere, fique bastante quieto e solitário. O mundo vai se oferecer livremente para ser desmascarado, ele não tem escolha, vai rolar em êxtase a seus pés”.

Isso está muito perto de ser o maior desdobramento que receberemos no caminho de fazer o que chamamos de nossa “demonstração”. Desde que a nossa mente, a nossa Consciência Individual, é Deus, existe alguma coisa que eu possa ter que você precise, ou que não está sendo revelada para você em todos os momentos? Cada vez menos esforço humano é necessário, quando Deus mais e mais é revelado como nossa Mente Individual. Muito menos tem que ser dito entre nós para trazer compreensão, quando Deus é entendido como não apenas a sua e minha Mente , mas de todo indivíduo na Terra. Outros podem não entender conscientemente como Deus pode ser a sua Mente, mas o seu conhecimento e o meu conhecimento nos une em uma comunhão mais rica. Isso nos leva à Unidade com cada indivíduo na Terra com quem há necessidade de contato.

Há dois pontos importantes a serem considerados seriamente neste ministério: um é Deus como sua Mente e Vida, que temos discutido. O segundo é a aceitação do significado envolvido na palavra “Agora”. Neste trabalho, estamos aprendendo a fazer um esforço consciente para viver Agora – não ontem, e não amanhã – mas Agora. Se podemos aprender a viver com este momento sendo a Vida Eterna, e se, neste momento, podemos perceber que Deus está manifestando Sua Vontade em nós e através de nós, a Vida será contínua no Agora; até amanhã será Agora, e daqui a vinte anos, daqui a cem anos, será Agora. Não pode haver envelhecimento quando aprendemos a viver esse momento infinito. Neste momento, se Deus é a nossa Vida, o que devemos temer da vida neste momento? Tudo o que é necessário é a percepção e realização contínua deste Agora!

É neste momento Agora que Deus está agindo como Consciência Universal. É neste mesmo momento Agora que Deus está expressando a Infinitude de sua Inteligência, Vida e Amor em todo o Universo Espiritual. Tudo o que nos é dito para fazer é permanecer no Agora. “Agora – somos os Filhos de Deus” – não seremos. Agora – Deus está manifestando Sua Glória como meu Ser Individual. Agora – Eu sou o Filho de Deus. Agora – Deus está manifestando Sua Glória como o Ser Individual de toda a humanidade. Agora – Deus está manifestando a Paz “que ultrapassa todo o entendimento”. Tudo o que temos a fazer é respeitar este Agora, e não nos preocuparmos com o que vai acontecer amanhã ou nos preocuparmos com o que aconteceu ontem. Ontem nunca pode aparecer novamente, e amanhã nunca pode chegar, porque só existe o Agora. Qualquer que seja o tempo, é Agora. O que é, só pode ser Agora. E qual é a verdade sobre o Agora? A Totalidade de Deus manifestada como Ser Individual é tudo o que está acontecendo Agora!

Se você pode aceitar Deus manifestado como sendo seu renovado Ser Individual, e então simplesmente deixá-lo atuar, você vai descobrir a rapidez com que os erros dos sentidos se dissolvem. Eles desaparecem por si mesmos, em um milagre de Luz. No entanto, muitas vezes, há uma queda gradual dos erros. Mas também, seja gradual ou instantâneo, um abandono do erro pode ocorrer apenas na Consciência do Agora. Pode acontecer apenas na Consciência de que Agora Deus “É”. Agora, a Infinitude de Deus está manifestando Sua Glória como Ser Individual, seu e meu.

Podemos pensar em Deus como Inteligência, e perceber que a Inteligência Divina, a infinita Sabedoria Espiritual, está manifestando Sua eterna Glória como a sua inteligência, a minha e de toda a humanidade. Nós podemos fazer a mesma coisa com todos os sinônimos para Deus, percebendo que, neste exato momento, a Infinitude da Divindade se manifesta como a vida, verdade, amor, inteligência, espírito, alma, princípio, causa e efeito de todo este universo. Desta forma, reunimos todo o trabalho, todo o desdobramento, e cimentamos juntas estas duas ideias:

  • O Infinito de Deus aparece como Ser Individual.
  • Deus, na Infinitude do seu Ser, se desdobra e se revela Aqui e Agora – eternamente Aqui e Agora.

Pratique isso o tempo que for necessário.

Joel – Capítulo 10 – O Propósito do Ministério de Cristo – Livro: Consciência em Desdobramento.



Categorias:Assuntos

Tags:, , , ,

3 respostas

  1. A clarividência da mensagem CRÍSTICA, onde a constatação da #consciência como SER individual nesse agora eternizado, é d uma MAGNITUDE demonstrável! RENDIÇÃO COMPLETA por presenciar o desdobrar constante do Espírito incorruptível na #DEIDADE ABSOLUTA q SOMOS! Extremamente #saciada irmão Regis por sua disposição e seriedade em tão nobre REALIZAR. ALOHA Máximo!

    Curtido por 1 pessoa

Trackbacks

  1. Deixe Isto fluir – CAMINHO INFINITO NA PRÁTICA
  2. Contemplação – CAMINHO INFINITO NA PRÁTICA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: