Praticando A Presença – Capítulo 3

Agora aqui não pode ser a Presença de Deus e a ausência de qualquer qualidade de Deus. E isso me traz até um par de notas que fiz para hoje:

Para começar, quantos são familiarizados com o termo “mente mortal”?

Não seria um dia maravilhoso para começar?

Desistir do uso desse termo, para deixar de lado esse termo do seu vocabulário?

Isto cumpriu o seu propósito e teve os seus dias. Na verdade, não existe tal coisa como mente mortal, pois há apenas Uma Mente e essa Mente é Deus. Na melhor das hipóteses, então, essa tal coisa que tem sido chamada de mente mortal não é um oposto da Mente Divina, porque Mente Divina, sendo Infinita, não poderia ter um oposto, e assim esta chamada mente mortal apenas poderia ser uma suposição.

Disse a você que quando você está em meditação, para tentar dar suas palavras um significado específico por você mesmo. Não existe nada mais prejudicial do que o uso de citações como tal, porque tornar-se hipnótico em sua ação e vontade, portanto não resultará em nenhum benefício para você.

Tome isso: “Vivo, mas não eu, O Cristo vive em mim.”Agora, para começar, isso soa maravilhosamente; mas na verdade, se você não chegar a alguma conclusão sobre o que O Cristo é, como você sabe o que é isso que está vivendo em você?

Especialmente se você não chegou a algum entendimento dessa palavra, “Cristo”? Cristo não significa o que a Igreja ortodoxa diz: um homem que viveu dois mil anos atrás.

Cristo significa o Espírito de Deus que está no homem; o Espírito que animava a Jesus Cristo; o Espírito que te anima. A palavra Cristo não pode significar uma coisa em sua vida, e podendo voltar a algumas das crenças teológicas. E assim não seria sábio para você usar a palavra Cristo, a menos que você mesmo tenha chegado a algum significado disso, o qual fez da vida uma Presença para você!

Acontece que o termo “o Cristo” registrado profundamente direto comigo. Aconteceu que Algo surgiu profundamente dentro de mim, eu não sei o porquê, e daquele dia em diante Isso tem sido a força orientadora na minha vida. Por quê? Porque não associo Isso com um homem chamado Jesus, mas como Algo a ver com o próprio Deus, A Mente Universal ou Alma, uma Presença individual, um sentimento individual de Unidade, e assim o Cristo para mim pode tornar-se muito real. Então, quando entro no silêncio e percebo: “Vivo, mas não eu, o Cristo vive em mim ”

Eu sei muito bem o que eu estou repetindo. Estou sentindo o que Jesus quiz dizer quando ele disse: “eu de mim mesmo nada posso fazer, o Pai interior, faz as obras ”. Eu sei que sou essa Presença viva de Cristo. No sentido de repetir o que Jesus falou: “eu de mim mesmo nada posso fazer, o Pai interior, faz as obras ”, é sem sentido para mim. Só sei o que ele significa pelo fato de que sei o que o Cristo é; e sei que ele quer dizer isso: Presença Divina e que ele não está pensando em algum grande ser. Sei disso, ele está pensando na mesma Essência, ou Ser, ou Espírito dentro que quis dizer quando ele falou: “Vivo, mas não eu, o Cristo vive em mim.” Se, então, você levar uma citação para sua meditação ou em sua vida diária, certifique-se de que você não esteja usando-o como uma citação. Tente obter algum significado original para si mesmo, no sentido de que ele vive para você.

Mente mortal, se você usar o termo como tal, irá apresentar a você alguma mente maligna ou alguma mente diferente de Deus, ou alguma presença ou poder que não seja Deus e mente mortal não é nada disso. No melhor significado quer dizer a soma total das crenças humanas. Existem duas palavras que podemos usar como substitutas para a mente mortal que significará algo tão bonito para você e que te ajudará em seu trabalho de cura cada vez que você é apresentado com uma necessidade a fim da cura para si ou para os outros.

Foto por Retha Ferguson em Pexels.com

As palavras são estas: “aparência” e “sugestão.” Vamos dizer que estamos por aí andando na rua e vemos alguns evidência de erro – embriaguez, imoralidade, acidente, pecado ou doença.

Agora, vamos traduzir isso imediatamente na palavra “sugestão” ou a palavra “aparência”! Por quê? Porque se você fizer isto terá reconhecido isso como ele é. O erro não existe como um condição atual; não existe como homem; não existe como algo ou alguma pessoa, mas apenas como uma falsa aparência. E quando você reconhece assim, desaparece. Você tem visto através dele e destruiu porque na realidade estava em você um senso, acreditando que isso era algo ou alguém.

Sempre que, então, o erro se apresentar à você como alguém ou algo, se você é rápido e alerta ao dizer: “Isso não é nem algo nem alguém. Não é nada mas uma sugestão de uma personalidade separada de Deus, uma imagem ilusória ”– rapidamente você terá o reconhecido!

O doente vai pular de pé; a pessoa bêbada ficará sóbria. Posso lhe dizer isso só porque anos e anos de provas demonstraram que é verdade.

Então, quando chega uma chamada, apenas para reconhecer: “Isso não é uma pessoa, uma coisa ou uma condição, mas apenas uma sugestão, e o Eu sou não vai aceitar isso”, isso acaba! Aqui é onde suas curas instantâneas acontecem. Uma cura instantânea não ocorrerá se o Praticante primeiro vê isso como uma pessoa, coisa, condição, uma doença, ou  ainda como uma mente mortal. A única maneira que você pode dissipar a ilusão dos sentidos é reconhecer instantaneamente, com o que você está lidando: “aparência” ou “sugestão”.

Lembre-se da ilustração nos meus escritos dos trilhos de bonde se encontrando à distância? Isso não é um condição. Ninguém tem que sentar em meditação e fazer uma Oração ou Tratamento para ajustar as faixas de carros da rua. O que nos chamamos para um reconhecimento é o fato de que é apenas uma aparência e podemos ficar bem no bonde. O mesmo com o céu “sentado” na montanha. Isso não existe como uma condição real a ser realizada, mas apenas como uma sugestão que vem para quem está o observando. O mesmo com a miragem. Nunca houve uma miragem molhando as areias ou as estradas do deserto. Isso existe apenas como aparência, um sentido ilusório, uma sugestão de uma condição além do que é familiar para os sentidos normais.

Agora, todas essas coisas são realmente o que existe em relação ao significado  do termo “mente mortal”. O único problema é que, em vez de indicar o nada do que parecemos ver ao nosso redor, nos assusta em acreditar que temos algo para nos livrarmos. Seria muito sábio para aqueles que podem fazer isto, com o intuito de remover esse termo de seu pensamento e substitui-lo por esse pensamento:

“erro em todas as formas é apenas aparência ou sugestão”.

Então você sabe que não precisa estender a mão para fazer algo com relação a isso. O que me leva até a parte mais importante de todo o Trabalho: O trabalho de cura não tem nada a ver com a cura da sua doença, pecado, medo, falta ou limitação; Tem haver com relação a mim mesmo, fazendo com que eu não aceite uma falsa aparência como Realidade. Se eu aceitar essa aparência ou sugestão de erro, então eu ainda estou no mesmo barco daqueles que estão acreditando que isto existe e nós não podemos ajudar uns aos outros, pois será o cego liderando o cego.

A única diferença entre um paciente e um Praticante é que o paciente momentaneamente acredita que algumas sugestões ou aparências existem como uma condição real, enquanto o praticante atingiu a visão espiritual do que o que está aparecendo como pecado, doença ou falta nada mais do que uma ilusão, aparência, sugestão.

Ele trata dessa maneira e rapidamente deixa fluir.

Foto por Leah Kelley em Pexels.com

Aqui é a Presença de Deus. A Presença de Deus É, portanto, presente como cada indivíduo. A plenitude de Deus é aqui como cada indivíduo. Isso não necessita levar todas as pessoas do mundo a se reunirem para constituir Deus. Cada indivíduo é a absoluta aliança de Deus individualizado aqui, assim como todo número um é a totalidade de um, cada número dois, a totalidade do número dois. As aparências testemunham o contrário, como dizemos: “Aqui está um macho e aqui está uma fêmea, aqui é uma pessoa idosa, aqui é uma pessoa jovem, e aqui é uma criança ”. Mais uma vez a aparência! Não é verdade. Cada indivíduo é a plenitude e a totalidade, e isso é Deus. “Filho, tudo o que tenho é teu.” Isso deixa muito claro e verdadeiro. Todos que Eu, Deus, tenho é teu. E, “Filho, Eu estou sempre contigo.”

A plenitude do Eu está com você, qualquer premissa ao contrário será apenas uma aparência – ilusão – sentido falso. Não é verdade. Um com Deus é a maioria. Então, toda vez que você ficar cara a cara com um indivíduo que não aceitará nenhuma aparência restritiva sobre você, você deve ter alguma medida de cura e é assim que deve ser.

Toda vez que há uma palestra, de dois a vinte ou mais são curados e isso é uma questão de receptividade. É uma questão da percepção de que você você mesmo é a plenitude. A realização de que por parte de você e da parte do professor é a unidade com Deus que produz a cura. Agora por trás disso é a verdade que Deus é tudo e a verdade que Deus, o infinito, aparece como eu. Isto aparece como você e como eu, como o cachorro, o gato, o pássaro. Mas ainda é o único!

Você é esse Eu sou. Tu és o cumprimento D’Aquele. Eu sou a realização D’Aquele. Você pode dizer que com isto que fiz um Tratamento. Qualquer declaração da Verdade é um Tratamento para a falsa aparência. Não estou fazendo estas declarações no sentido de dar um Tratamento, mas no sentido de apresentar a Verdade do ser. Não tenho intenção de curar ninguém ou nada; nenhuma ideia de que Deus esteja aparecendo como um ou como outro, que tenha necessidade de cura. E você é Deus aparecendo como. Tu és a vida eterna, Eu Sou a Vida Eterna. E isso é verdade para todos!

Onde nos metemos em confusão foi  nisto: Fomos educados na crença que somos seres finitos – humanos. E então nós procuramos algo bom. Uma pessoa procura saúde, um companheirismo, uma fonte e uma casa, e aí reside o erro. E, aliás, esse é a razão para curas tardias, para lentidão de curas e por falhas nos Trabalhos de Cura.

Se todos, mesmo aqueles que hoje chamam-se pacientes, reconhecerem que eles não estão vindo a fim de cura, mas para a Revelação de sua própria plenitude, sua própria integridade, eles vão acelerar o dia da sua cura. Quando você entrar em uma biblioteca ou em qualquer Centro Metafísico ou Palestra, você não está realmente entrando no sentido de ser preenchido, porque isso seria um reconhecimento sobre sua parte de um vácuo dentro do seu próprio ser dizendo: “Estou vazio ou meio vazio. Me preencha!” Isso não é verdade. Você já é a Plenitude do Ser, e a razão pela qual você está aqui é uma parte da minha Demonstração. Você está aqui para me abençoar. Eu mesmo não seria muito feliz aqui com um quarto vazio, e assim faz parte da minha Demonstração. Estamos realmente nos abençoando. “Onde dois ou três estão reunidos em meu Nome, aí Eu estou entre eles. Você pode ver que não seria possível ter uma sala inteira cheia de pessoas vazias que querem ser preenchidas por uma outra pessoa, ou que eu, como uma pessoa, poderia preenche-los?

Não, nós chegamos aqui em uma espécie de troca cortesia. Você faz parte da minha Demonstração e eu sou parte da sua Demonstração. Nós somos parte do cumprimento de Deus. Nós somos realmente Deus cumprindo-se e esta é a nossa reunião. É somente por cortesia do tempo e esforço que eu sou o único sentado aqui nesta plataforma conduzindo a Palestra. No próximo ano pode ser você, e se é ou não, é uma questão de sua própria escolha. Qualquer um pode se sentar nesta plataforma, quem escolhe isto é quem quer dedicar sua vida para isto.

Nunca acredite por um momento que essa grande Verdade Espiritual das Eras foi dada a nós para o meu benefício ou o seu. Essa é realmente a parte mais egoísta deste todo o esquema, a crença de que Deus vai abençoar alguns, você ou eu por nossa causa e, em seguida, deixe-nos ir sobre nosso negócio um pouco mais saudável ou um pouco mais feliz. Isso não pode ser verdade.

“Eu sou a Luz do mundo” e veja você … Eu sou a luz do mundo para o benefício de todos que neste momento podem parecer estar desfrutando de alguma fase de trevas. E quando eles não estão mais aproveitando, eles sairão delas.

Da mesma forma, você é a Luz do mundo, independentemente da aparência. O Todo de Deus permeia você, mas não para o seu próprio bem, você só pode ser a Luz do mundo para o mundo. Todos nós temos amigos, famílias, vizinhos e muitos desses não entraram na Luz desta Verdade, e é por esse propósito que estamos aqui. Para ser uma Luz para que eles possam ver pelo nosso exemplo o fruto da vida espiritual, não que você ou eu possamos nós beneficiar. No esquema de Deus, tenho certeza que é sem importância se eu surfo individualmente a onda de prosperidade ou não. A única razão possível que Deus poderia ter em me fazer prosperar é que você possa ver os benefícios do caminho espiritual e estender a mão para isso. Da mesma forma, só existe uma razão pela qual você deve mostrar saúde e riqueza, e não é assim que você pode ter uma mente mais pacífica ou um corpo menos doloroso. Isso só acontece como a Luz do mundo, outros enxergarão que é o fruto do Espírito e assim você vai conduzi-los dessa maneira.

Seria uma coisa muito simples para todos de nós no sentido de ser mais saudável e mais rico do que estamos agora, se pudéssemos concordar a partir daqui em parar de tentar demonstrar estes frutos para nós. Se pudéssemos “desistir do tentar” ser curado ou enriquecido hoje, nós entraríamos naturalmente na Graça de Deus. Nossos esforços para curar e ser curado são os obstáculos em nossa caminho. Quanto mais duro um Praticante trabalha em um caso, menor é a chance de trazer uma cura. Cura não tem haver com muito trabalho, mas sim de Amor, de Graça. Saúde, Riqueza e a Harmonia é a Graça de Deus! Não é preciso trabalhar para isso, orar por isso ou ser merecedor disso. Ninguém precisa aprender a ser um homem melhor ou uma mulher melhor. Tudo isso vem como a Graça de Deus e Graça se manifesta na proporção em que paramos de pensar em nós mesmos e em nossos problemas e começarmos a pensar em Deus e no mundo.

Aqui está uma boa maneira de dar um início. Se isso apresenta algo de nova natureza para você por causa de outra leitura que você fez, não mande de volta para mim sem experimentar. Tente!

Dê uma chance para trabalhar em sua consciência e, em seguida, ver se ou não produz Fruto Espiritual. Pessoas vindo para ajudar estão pensando em si mesmos como humanos e mesmo se eles estão pensando em si mesmos em um sentido espiritual, eles estão pensando em si mesmos como algo menor que o próprio Deus, pensando em si mesmos como efeito. A dica que eu quero lhe dar agora é:

Reverter isso e pensar em si mesmo como CAUSA, e veja o quanto de ajuda você precisa depois disso! Pense em você como o Princípio Causativo da Vida. Imagine a si mesmo como é para o seu próprio ser, a Lei para o seu próprio corpo, a Lei para seu próprio negócio. Qual minha autoridade para isso?

Eu venho bem autorizado!

Esse é todo o ensinamento de Jesus Cristo compreendendo o Evangelho de acordo com João: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida ”…“ Eu sou a Ressurreição ”. . . “Eu sou a Água e o Vinho ”. . . “Tu esteve comigo por tanto tempo, Filipe, e não tens me conhecido? ”. . . “Tu me vês, tu vês o Pai que me enviou ”. . . Eu e o Pai é somo Um. ” 

Tente isso e veja se não funciona! Veja se não te livra do medo. Você não pode ser curado do medo enquanto você acredita que existe uma lei fora de você. Até você pensar que é a Lei de Deus, você não pode ser curado do medo. Quem é que sabe se você vai se conectar? Talvez falte isso a você. Se, no entanto, você é a Lei de Deus, como você pode escapar de você mesmo? “Se eu faço minha cama no inferno, tu estás aí. Sim, se Eu estou no inferno, então Deus também está porque Eu e Deus somos Um”. Tente isso e veja, se você pode sentir medo depois de decretar-se como a Lei; a Vida, a Mente, a Alma de Deus – tudo em Um.

Quando você entra em uma biblioteca, quando você assisti um filme, quando você vai ao restaurante ou um bar de coquetéis, nunca acredite que há uma boa ou má atmosfera dependendo de onde você está. Não existe uma boa atmosfera, mesmo uma biblioteca sendo um benefício para você, e a atmosfera no bar de cocktails não é ruim para você. Você carrega sua própria atmosfera!

Você é a Lei de Deus. Quando você vem para este lugar você é a Lei de Deus, a Presença de Deus. Você carrega a atmosfera de saúde e de riqueza, e todo mundo neste lugar vai ver isso e se beneficiar com isto. Mesmo que seja em um bar, hotel, prisão, ou asilo. Você carrega a atmosfera de saúde e riqueza porque Deus é sua vida, sua alma! Eu carrego a atmosfera do meu ser comigo, e abençoa não só eu, mas todos os que vêm dentro do alcance do meu corpo, o alcance do meu pensamento. Eles devem ser abençoados mesmo que nem toquem no meu casaco, porque estou permeado com a atmosfera de Deus. Deus é a mente, o alma, a substância do meu corpo, a Lei do meu corpo. Não há nada para mim além de Deus, e se você está me vendo como menos que isso, você está vendo o que sua própria visão tem criado. Existe apenas Deus aqui e isso é tudo que posso ver lá fora!

Quanto mais tempo vemos macho e fêmea, saúde e doença, riqueza e pobreza, quanto mais tempo adiarmos o dia em que percebermos que nós mesmos somos a Lei em nós mesmos. Palavras são por vezes muito poderosas e muitas vezes viemos através de declarações que trazem para o exterior Verdades intensas e grandes, mesmo quando elas podem não parecer que foram escritas ou faladas com essa finalidade. Eu estou pensando em três declarações desse tipo com a qual estou familiarizado nos Escritos da Sra. Eddy:

“Cientistas Cristãos, seja uma lei para si mesmos, que malversação mental não poderá prejudicá-lo ”.

Aqui uma indicação direta de que você pode ser, e como de fato é uma Lei para você mesmo. Você é a Lei e a única negligência. É o chamado pensamento de crenças que falamos. Ninguém pode negligenciar. Existem apenas essas crenças universais que você aceitará a menos que você mesmo perceba que você é a Lei.

“Tome posse do seu corpo e governe seus sentimentos e ações ”.

Aqui uma palavra sobre se entregar a Deus. Ela disse-lhe para tomar posse dele e governar seus sentimentos e ações.

“Apenas a mente do indivíduo pode produzir um resultado sobre o corpo ”.

Eu nunca perdi essas declarações e a essência delas porque nos conduz de volta ao Tratamento original, as declarações originais de Jesus:

“Eu sou a Ressurreição. . . Eu sou a Verdade. . . Eu sou Vida Eterna. “

Ele fez a si mesmo a Lei para o seu próprio ser. Quando Pilatos disse:

“Não sabes que eu tenho poder para te crucifica? ”

Jesus respondeu:“ Tu poderia ter nenhum poder sobre mim, a menos que seja dada a ti do Pai ”. Por quê?

Porque o próprio Pilatos era a Lei do Deus, e Jesus sabia disso – e sabendo que Pilatos era a Lei de Deus provou ser impossível matá-lo. Para crucificá-lo, sim, e só porque ele deu o seu consentimento para isso. Lembre que Jesus deu seu consentimento para essa crucificação. Ele provavelmente queria mostrar que você pode destruir até mesmo o sentido humano de vida, mas você não pode fazer nada para o que é Real; e isso ele provou.

Da mesma forma com você. Este mundo humano pode fazer com você qualquer coisa que você permita acontecer. Pode te crucificar e te libertar. Mas deve ter o seu consentimento. Ninguém pode morrer sem dar o seu consentimento para isso.

Quer você saiba ou não, acredite em mim; Vimos que ninguém morre até que eles dê seu consentimento. Eles não podem dizer abertamente: “Estou pronto para morrer”, mas eles dizem: “Oh, qual é a utilidade?” ou “Estou dando, isso realmente é o consentimento. Do mesmo modo, ninguém pode ser um fracasso até eles consentirem. Existem certas condições no mundo que pode abater um homem colocando-do para baixo, mas até que ele dê o seu consentimento ao fracasso, ele se elevará acima de todos obstáculos e ser mais forte do que nunca antes.

É uma questão de seu próprio consentimento. E o motivo? Você mesmo é a encarnação de Todo o Poder de Deus, É existente! Não há Lei de Deus que possa agir sobre você.  Você é a Lei de Deus que atua sobre o seu negócio, seu corpo, suas relações familiares e como uma questão de fato, na bomba atômica. Não há bomba atômica que possa acabar com você, exceto com o seu próprio consentimento! Se você está agora concordando ou temendo o que vai acontecer sob a guerra atômica, você está realmente agora cavando sua sepultura.

Se você está aceitando este ensinamento de Jesus Cristo (que não era original dele), lembre-se que ele era apenas um dos nossos grandes mestres. Esse ensinamento esteve na Terra em muitas formas antes, mesmo na impressão. Não há nada novo sobre isso. Nós, nesta geração, recebemos esta Verdade não só em uma forma, nós podemos aceitar, mas com sinais acontecendo. Isso prova que é um Trabalho de Cura. Podemos provar que uma pessoa como você pode apenas por um pequeno estudo e aceitação de algumas Verdades antigas, ser um curador, um praticante, um reformador, se você quiser ser qualquer coisa que você quiser.

Presenciei quase todo tipo de doença ser curada, quase toda forma de insanidade conhecida. Vi coisas maravilhosas neste mundo, o suficiente para ser capaz de testemunhar que este é um Trabalho milagroso. Uma pessoa com nenhum outro fundamento que você possa sair e fazer. Nós temos, nesta geração, os sinais que se acompanham são: o Cristo assim como Jesus, Buda, Shankara. Você é o Cristo. Tanto quanto Jesus, se você apenas reconhecer e reivindicar isso! Você, dentro de um dia, uma semana, um mês, ou um ano pode estar fazendo o mesmo Trabalho de Cura que está sendo feito pelos melhores praticantes da metafísica do mundo.

É uma coisa muito simples. Vem como um resultado de saber duas coisas. A primeira, que Eu sou a própria presença de Deus! Não preciso de outra lei para agir em concordância comigo. Eu sou a personificação de toda a Lei da benevolência que Deus já deu ao ser individual.

E segundo, tudo o que está no caminho do mal, assim chamado, não é uma realidade. É uma aparência ou sugestão, e tudo o que tenho fazer é reconhecê-lo como uma aparição e deixá-lo ir! Essa é a segunda parte que é necessário conhecer e compreender no sentido de ser um Praticante – hipnotismo! Isto é o suficiente apenas para saber que você não é chamado para curar cancros, tumores, cegueira, pobreza ou limitação. Você, como Praticante, deve ser a pessoa não hipnotizada, que sabe que não existe tal coisa como um câncer, tumor exteriorizado, cegueira, carência, limitação. Como pode existir, se Deus é a Causa ou Princípio do Universo, e tudo o que Deus fez é bom?

Aquilo que constitui um praticante, portanto, é aquele ser que conhece essas duas coisas: Tudo o que Deus é, Eu sou; “Filho, tudo que Eu tenho, é teu.” Qualquer outra coisa é uma aparência, uma sugestão de um individualidade separada de Deus. E a pessoa quem senta em silêncio e percebe “Obrigado Pai! Não tenho que sentar aqui e remover a doença ou cura-la. Apenas tenho que estar não hipnotizado o suficiente para saber que Deus é a Vida, Deus é a Mente deste indivíduo. “ Eu sou a Lei de Deus em ação. Todo indivíduo é a Lei de Deus em ação. E assim, se você quiser (e lembre-se que agora foram três dias (Capítulos) neste caminho trazendo à luz nossa verdadeira identidade em que não é pecado nem doença), comece invertendo as suas próprias crenças sobre você mesmo! Que você existe como um efeito de algo, que você existe como uma imagem, reflexão ou ideia.

Você existe como a própria Presença de Deus, a própria Totalidade de Deus manifestada individualmente aqui para a glória de Deus. Não, para o seu benefício ou meu, mas para mostrar a glória que é Deus. Comece agora! Em vez de querer alguma lei de que isso vai milagrosamente fazer você saudável, rico e sábio, seja aquela Lei! Esqueça a mente mortal e veja que tudo o que vem dentro do alcance da sua visão é a aparência. Certo onde essa falsa aparência é certa existente, é a Realidade, o universo de Deus perfeito, inteiro, completo e único aguardando seu reconhecimento! “Eu vivo, mas não eu, o Cristo vive em mim ”. Tudo o que é Real, Eu sou o Cristo. Qualquer outra coisa, aquilo que é visível para os sentidos, é apenas a nossa visão limitada do Cristo que Eu sou.

Joel – Palestras de San Francisco – Capítulo 3 – Praticando a Presença

Autor: CAMINHO INFINITO NA PRÁTICA - reggisbrother

Coach Místico. Não sou nada. Não busco nada de ninguém. Nunca serei nada e nem posso querer ser nada. Apenas compartilhando a Graça.

2 pensamentos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s