O MODO DE VIVER ESPIRITUALMENTE – Capítulo 10

Acerca do assunto de Vida Espiritual – o modo de viver espiritualmente – você notará que uma das facetas que abrange todo o assunto do viver espiritualmente é a lei espiritual. Você não pode se afastar da lei espiritual. Primeiro, no entanto, algumas palavras sobre a vida espiritual ou o modo de vida espiritual não é um modo de vida que o separará da sua experiência atual; isso não o tirará de sua atividade atual, exceto à medida que você progride. Pode levá-lo à prática, ensinando e dando palestras sobre assuntos espirituais, mas tenha certeza de que não o tirará da vida; apenas aumentará as belezas, a proteção e a segurança da vida que você está vivendo agora.

Jesus ensinou – e é no ensino dele que tudo isso se baseia – que você não deveria deixar este mundo, que deveria estar no mundo, mas não nele. Você deve estar no mundo e desfrutar de liberdade, harmonia, felicidade, contentamento, paz, alegria, domínio.

Ele não disse nada sobre sair para o deserto e se tornar um asceta. Ele não ensinou a se separar do mundo e a viver no universo do nosso pensamento particular. Em vez disso, ele aumentou os próprios pães e peixes que as pessoas estavam acostumadas a comer. Ele tirou ouro da boca do peixe; o mesmo ouro que era usado como moeda naqueles dias.

O mesmo acontece com o modo de viver espiritualmente. Não significa que você deva viver na pobreza, mas sim viver na abundância infinita – e também não há limite para isso, exceto o limite da sua própria capacidade de aceitá-la! Não há pecado no dinheiro, não há pecado na riqueza; o pecado está no amor ou no ódio do dinheiro. Esse é o único pecado que tem a ver com dinheiro. Portanto, é certo que sejamos ricos. Também é certo que sejamos saudáveis, embora a mera saúde física não nos traga imortalidade. Não importa o quão saudável seu corpo esteja de acordo com os padrões médicos, você não tem garantia dessa saúde amanhã ou aos sessenta, setenta ou oitenta anos de idade.

Agora, o modo de viver espiritual não é tanto para melhorar sua saúde física, assim como para trazer saúde ao corpo por meios espirituais e mantê-la por meios espirituais. Em outras palavras, significa mudar seu conceito do material para o Espiritual. Deixe-me explicar isso por um momento: Suponha que, atualmente, você assuma que sua renda provém do seu trabalho. Agora, o modo Espiritual de viver não interfere na sua renda, seja no trabalho, nos investimentos ou no casamento; Mas o modo Espiritual de viver impede que você acredite que essa fonte é realmente a fonte do suprimento. Pode ser o canal de suprimento para você – mas não a fonte. No modo espiritual de viver, seu apego não é o dinheiro, o emprego, o investimento, ou o marido ou a esposa. Seu apego é a fonte do suprimento, que é Deus, a Consciência Divina do seu ser. No modo de viver espiritualmente, você muda sua crença de que dinheiro “aqui fora” ou um investimento “aqui fora” é sua renda. Você muda essa crença para o entendimento de que Deus, a sua Consciência Divina, é o seu Suprimento. Então você deixa o dinheiro que vem ser apenas as “coisas” adicionadas, exatamente o que aqueles pães ou peixes ou o ouro da boca dos peixes eram para Jesus. Você não se apega a isso; você o utiliza, salva ou investe.

Mas o que você faz, você não tem mais medo de sua ausência; você não precisa mais se preocupar se vai ou não tê-lo.

Por quê?

Porque Deus é a Fonte disso, e como Deus não tem começo nem fim, faz alguma diferença se você está no auge da juventude ou se aproxima da velhice? Se Deus é a fonte, essa fonte sempre estará lá. E enquanto a fonte estiver lá, o suprimento estará lá. Aqueles de vocês que estão familiarizados com meu panfleto Suprimento se lembrarão de que descrevi lá o fato de que as laranjas na árvore não constituem Suprimento, elas constituem o efeito. O Suprimento é a vida que nos aparece “como” uma laranjeira.

SUPRIMENTO – FONTE – DEUS

Enquanto tivermos a vida se manifestando como a laranjeira, continuaremos a ter laranjas. Então, que utilidade há para cultivar laranjas, sabendo que temos essa vida o tempo todo produzindo e reproduzindo. Então, que assim seja com o dinheiro como Suprimento. Pense neles como frutos do Suprimento e entenda que, enquanto você existe, você é realmente a lei em ação. Você é a lei da vida.

Enquanto você existir, você é uma lei; você é seu próprio mestre; uma lei para o seu Suprimento. Você é a vida do seu suprimento; a inteligência do seu suprimento. Portanto, seu suprimento será contínuo. Por que isso não foi ensinado até o momento? Somente por falta de consciência. Enquanto uma pessoa pensar em dinheiro como Suprimento, digo-lhe que não demonstrará a Lei do Suprimento. Uma pessoa deve fazer essa transição para onde entende: “Enquanto Eu estiver vivo, Eu mesmo sou uma lei para o meu suprimento. O dinheiro deve aparecer como resultado da Lei que Eu sou.”

Agora, se eu permitisse que minha atenção deixasse essa verdade, e saísse pensando nas pessoas daqui como meu Suprimento, mais cedo ou mais tarde esse Suprimento não estaria lá. Cedo ou tarde, algo me mostraria que minha fé estava em “príncipes” e que os “príncipes” haviam falhado comigo. Não devemos colocar nossa fé “no homem cuja respiração está nas narinas”. Não devemos confiar em dinheiro ou investimentos. A fé deve estar na lei de Deus, que Eu Sou. O mesmo vale para a saúde. Contanto que você considere seu coração, fígado, pulmões ou estômago, ou qualquer outra parte do seu corpo, como tendo poder ou jurisdição sobre sua vida, apenas por tanto tempo você está  como refém ou em escravidão ao sentido físico da existência que é o nascimento , idade, envelhecimento e eventualmente morte.

Agora, esse círculo vicioso do nascimento à morte continuará em sua experiência individual, desde que você acredite que sua vida está no seu fígado, coração, pulmões e estômago ou que seu corpo é um fator governante da sua vida. O sentido espiritual da vida inverte isso e diz: “A Consciência que Eu sou forma este corpo e essa consciência continua se desenvolvendo e se desenvolvendo até a eternidade. Se desejo permanecer neste plano por cem, duzentos ou quinhentos anos, posso. É possível fazer isso. É possível porque a vida é eterna!

Nas religiões ortodoxas, concorda-se que a vida é eterna, mas que o corpo não é eterno; no sentido espiritual da vida, A Vida e o Corpo são Um. A Vida é a Substância e o corpo é a forma em que essa substância aparece. Suponhamos que tivéssemos um grande bloco de mogno e desse bloco formamos uma mesa.

A VIDA e o Corpo são UM – Caminho Infinito – reggisbrother

O mogno seria a substância e a mesa seria a forma. Então você pode perguntar: “Quanto tempo dura essa mesa?” Bem, pode durar enquanto o mogno durar; quando o mogno chega ao fim, a mesa termina. A “mesa” é apenas um nome dado ao mogno nessa forma específica. Está claro?

Agora, a Vida é o que Eu sou! A Vida é o que está olhando por trás dos meus olhos. É A Consciência; É o Espírito ou Alma. É por isso que dizemos que os olhos são as janelas da alma. Coloque-me(EU) logo atrás de onde pareço estar e realmente EU estou – Deus, Espírito ou Alma – que é Consciência. O que você está vendo aqui é a forma. Essa é a forma em que essa Consciência aparece. Se eu puder manter essa percepção apesar do mesmerismo das crenças mundiais, então eu posso me manter aqui nesta forma pelo tempo que puder sustentar essa Realização.

Quando me refiro ao mesmerismo da crença mundial em uma vida de três anos e dez anos, ou talvez à crença humana de ser solitário, porque todos os meus amigos e parentes se foram e há uma nova geração por aí, todas essas coisas pode me remover desta Realização. Essa é a parte terrível do mesmerismo que pode fazer isso.

Você precisa estar mais alerta quando se volta para o modo de vida espiritual; a tentação está de todos os lados. Nem sempre é uma coisa física como uma doença física, mas também essas raposinhas invisíveis, como solidão e medo que hipnotizam. Nós existimos como consciência, essa consciência espiritual infinita; e seu corpo é o templo do Deus vivo. Seu corpo é a forma. Seu corpo é a forma que a consciência formou para expressar através do indivíduo essa forma e espírito infinitos.

A julgar pelas aparências, a igreja de hoje falhou. Seu fracasso tornou-se cada vez mais pronunciado e, por isso, torna-se necessário estar mais consciente da verdade do que jamais estivemos antes. Há algum tempo, o rabino Liebman, então um dos principais rabinos deste país, escreveu um livro chamado Peace of Mind ( Paz da Mente). Quase todas as páginas desse livro dizem que a religião é um fracasso. Este livro te leva à psicologia, diz que você deve aprender a verdade psicológica; diz para você recorrer à psiquiatria e à filosofia. É uma coisa estranha que devemos fazer – passar da religião para o reino da mente humana, quase deificando-a. E esse rabino não é o único. Na Revista Omnibook, em outubro de 1948, há uma condensação do livro A Guide to Confident Living. (Um Guia para Viver Confidencialmente) Este livro foi escrito por um ministro de uma de nossas mais antigas igrejas protestantes. Quase todas as páginas deste livro também dizem: “Volte-se para a psicologia; volte à sua mente. ”

Pense nisso! Não para Deus! Volte à mente para descobrir como obter um casamento feliz! Um homem consulta um ministro porque quer que a felicidade seja trazida para sua família. A esposa vem também. Dizem-lhe que deve manter a anágua acima da bainha do vestido e ficar em casa e arrumar as camas de manhã. Mas ela diz: “Eu vim para orientação espiritual e você me diz essas coisas; que esses hábitos são o caminho para a felicidade conjugal! ” Acredite em mim, não estou dizendo isso em sentido de crítica, mas para mostrar que há uma diferença entre a vida espiritual e uma crença meramente aprimorada.

Se, em um casamento, uma esposa mantém sua anágua onde ela pertence e sua casa limpa e suas camas arrumadas – esse é um modo de vida espiritual?

Nem toda a limpeza ou boa culinária do mundo, nem ser um bom marido, uma boa mãe ou uma boa esposa, levará à vida espiritual. Isso pode fazer parte, sim. Se alguém está levando uma vida espiritual, essas coisas ocorrerão naturalmente. Esse ministro nos dizendo como “pensar” nosso caminho para o sucesso não soa muito como Jesus disse:

“Não pense na sua vida!” Agora, a psicologia pode torná-lo um ser humano muito melhor, mas não é a isso que me refiro quando descrevo o modo espiritual de viver. O que tenho em mente é o seguinte: quando você não acredita mais em terrenos ou dinheiro, e não acredita mais que seu coração, pulmões, fígado ou corpo são fatores determinantes em sua vida; quando você acredita que a vida que Você É, é o fator governante do seu corpo, você está vivendo uma vida espiritual.

É nos dito para melhorar nosso pensamento. Vamos supor por um momento que, por razões fora de nosso controle, somos muito sexuais ou sensuais em nossos modos de pensar, e alguém diz para mudar nosso pensamento. Como é que vamos fazer isso? Passaríamos por momentos difíceis. Se estamos na posição de ter pensamentos sexuais ou sensuais, não é porque desejamos dessa maneira e ninguém está mais ansioso, talvez, do que devemos mudar isso. Ou suponha que estejamos envolvidos em um complexo de pobreza. Mudar nosso pensamento não mudará nossa demonstração. Mas se uma vez que o Espírito de Cristo entre em nossa consciência, por quanto tempo a sensualidade ou a pobreza permaneceriam lá? No modo espiritual de viver, não tentamos ser humanos melhores. Nós nos voltamos e tentamos nos tornar ou absorver o Espírito de Cristo e que esse Espírito de Cristo apague todas as doenças e pobreza. No caso de um alcoólatra, você não pode dizer: “Pare de beber e depois venha a mim e lhe darei um Tratamento!” Se você fosse capaz de parar com o seu pensamento de pobreza, seus pensamentos sensuais ou seu consumo de álcool, que necessidade você teria de metafísica, religião ou psicologia? Você já se encontraria no Reino dos Céus.

Quando um praticante se torna suficientemente claro e estabelecido no modo de vida espiritual – quando ele não mais teme ou odeia o erro, de modo que sua consciência é, em algum grau, como a de Jesus, que poderia dizer: “Eu venci o mundo” – então o Praticante traz saúde do corpo, saúde da mente ou do bolso. Em outras palavras, é o Cristo da consciência do praticante que produz a correção. Não é uma mente humana dizendo a outra mente humana como ser melhor. Portanto, o modo de viver espiritualmente não é ser apenas um bom humano. Tornar-se um bom humano, por si só, não nos levará à vida espiritual. É esse estado de consciência que conhece a natureza de Deus que traz paz, alegria, harmonia e totalidade.

Agora chegamos à parte mais importante de todo esse assunto.

O que é Deus?

A compreensão disso depende de todo o seu sucesso na obtenção do modo de vida espiritualmente. Enquanto pensarmos em Deus como algo separado e à parte de nosso próprio ser, não alcançaremos o modo espiritual de viver. Deus é Consciência Divina. Mas porque Deus é infinito, Deus é a consciência de todo indivíduo! Como citamos aqui repetidamente, Deus é “Mais perto que respirar, mais perto que mãos e pés.” Quão perto é isso? 

Ora, está bem aqui, exatamente onde estou. Onde Deus está, Eu estou!

“Eu e meu Pai somos um.”

Essa consciência que é infinita é a sua consciência e a minha, e, portanto, onde quer que Deus esteja, Eu estou.

Se Eu arrumar minha cama no inferno, a quem devo temer? Essa também é uma lei espiritual. Eu não posso me afastar de Deus. Deus é a minha própria consciência e não posso me afastar da minha própria consciência. No entanto, se isso é verdade, por que algum de nós está em estado de pecado, doença, morte e limitação? Porque nós não conhecemos essa verdade; a pequena receita que Jesus nos deu: “Conheça a Verdade”. Ele nunca disse que a Verdade o libertaria, mas para conhecer a Verdade. É o seu contínuo conhecimento da Verdade que o liberta.

A Verdade está bem aqui nesta mesma sala. Toda a música, todas as línguas, todas as habilidades, estão bem nesta sala; mas até deixá-los entrar em nossa consciência, não podemos ser músicos, escultores ou arquitetos. Assim com Deus. Somente no grau em que você aceita, realmente entende a palavra dele, sente e ganha a convicção de Deus como uma realidade tendo seR, a realidade do seu ser, então você sente essa unidade, esse contato, somente nesse grau você pode provar a lei , A lei que diz que nenhum dano pode chegar até você; nenhuma arma forjada contra você pode prejudicá-lo. Isso deve parecer muito estranho para as pessoas que estão se prejudicando e se ferindo. Muitas armas estão sendo forjadas contra eles e estão sendo gravemente prejudicadas – na verdade, as armas estão vencendo. Não vamos nos enganar.

A Bíblia é Lei; a Escritura é Lei – não apenas a Escritura que chamamos de Antigo e Novo Testamento. “Nenhuma arma que se formar contra ti prosperará.” Para quem isso é endereçado? Somente para você que aceita e tem a convicção real da Presença de Deus. Certamente nenhuma arma que se forma contra ti pode prosperar, pois não há lugar onde a Presença de Deus não exista; Do fundo dos mares ao mais alto céu está a Presença de Deus. Mas é apenas a consciência de Deus que faz a transição e é o modo viver espiritualmente.

A partir do momento em que você tem essa consciência da presença de Deus, algo maravilhoso começa a acontecer. Você pode ter se sentado ao ar livre gelado e com vento frio. Depois de perceber a Presença de Deus, você pode sentar-se em “uma forma” e não ficará resfriado. Você pode violar todas as leis germinativas quando tiver a consciência da presença de Deus. Eles são apenas “crenças” – não Leis. Eles são como modismos; eles mudam com o passar dos anos. Se você perguntasse a um médico se ele praticaria a medicina de acordo com os livros médicos de muitos anos atrás, ele riria de você, pois hoje a própria matéria médica ri de muitas daquelas coisas em que eles acreditavam naquela geração. Você se liberta dessas crenças mundiais apenas quando as renuncia individualmente e entende que elas não existem como lei, mas como “crenças”. E esse é todo o segredo da metafísica – onde a cura entra.

Podemos dizer com o Mestre: “Eu venci o mundo”. Tudo o que isso significa é que cheguei à conclusão de que nada neste mundo tem poder. Nada neste mundo, seja na forma de pensamento ou coisa, tem jurisdição, governo ou controle sobre mim.

Estou neste mundo, mas não sou dele. Posso gostar de ir a shows; Posso gostar de dançar, praticar esportes e a companhia de amigos. Uma das fases marcantes do modo de viver espiritualmente é a alegria, bem como a felicidade, a paz e o contentamento. Isso significa a capacidade de desfrutar de férias, boas viagens às montanhas ou qualquer outra forma de vida, e ainda assim ser tão intocado que, se a oportunidade de fazer essas coisas não surgisse, você não as consideraria necessárias. Você está tão completamente no controle de seu próprio ser e seu próprio corpo que entende que Deus, agindo como sua inteligência infinita, é uma lei para todas as suas experiências e nada aqui pode entrar para contaminá-lo ou mentir.

Você está começando a ter apenas um vislumbre. Você começa a entender que a vida espiritual não tem nada a ver com a remoção de sua normalidade ou naturalidade. Isso não fará de você um santo, exceto que você não será tocado pelo mundo. Você pode estar nele, mas não ser tocado por ele. Você pode ter toda a saúde e riqueza do mundo, e não a dissipar; você pode viver com tudo o que existe no mundo hoje e, no entanto, não perder essas coisas se elas não estiverem lá.

Portanto, não é ambição por saúde ou riqueza, mas é esse reconhecimento da Presença de Deus como sua vida individual e, em seguida, permitindo que todas as coisas boas sejam adicionadas. Além disso, é a percepção de que os pensamentos e as coisas do mundo não podem entrar na sua consciência para lhe contaminar. Eles não têm presença ou poder sobre você e não encontram saída através de você. Tudo o que flui de mim é Amor; não meu amor, mas de Deus. Inteligência; não a minha inteligência, mas a de Deus. Isso é o modo de viver espiritualmente.

No exato momento em que você entende que tudo de bom que alguém expressa é Deus demonstrando, você começa a vislumbrar a vida espiritual. No momento em que você pensa em qualquer inteligência, habilidade, virtude ou demonstração como evidência de sua compreensão, seus sentidos ficam distorcidos e você está em apuros. Cuidado! Se não fosse por esse erro, Jesus teria sido poupado da experiência da crucificação.

Não há nada de bom além de Deus. Não há ninguém amando senão Deus.

Deus vive sua própria vida individualmente como você e como eu, e é isso que constitui nossa imortalidade. Se você quiser interromper esse processo, apenas acredite que você tem uma vida própria e veja como naturalmente isso chegará ao fim. Deus é a vida do indivíduo e é isso que faz a imortalidade. O crédito é de Deus. O único crédito para você é que, quando a visão veio a você, você a aceitou. Se você pode aceitar o fato de que Deus é a única vida, isso é viver e a única mente expressando sua inteligência como você; então, qualquer dependência dos laços humanos está mudando o equilíbrio para o lado do materialismo; para o lado da vida limitada.

Então, vamos ser normais e viver nossas vidas da maneira mais alegre e normal possível e obter toda a alegria que pudermos das companhias humanas, sejam elas marido, esposa, filho, pai ou amigo. Não vamos subir na estratosfera e acreditar que nossa vida espiritual de alguma forma nos separa da paz, contentamento e realização. Você não rompe os laços dos relacionamentos humanos, mas os eleva a um nível superior e entende que Deus é a vida de seu marido, seu filho, sua esposa, seu amigo. Dessa maneira, você forma um vínculo muito mais próximo e significativo do que qualquer laço de sangue ou afeto.

Joel – Capítulo 10 – O Modo de Viver Espiritualmente – Palestras de San Francisco – Livro: O Mundo é Novo



Categorias:Ensinamentos Joel S. Goldsmith

Tags:, , ,

1 resposta

Trackbacks

  1. LIBERDADE ESPIRITUAL – Capítulo 11 – CAMINHO INFINITO NA PRÁTICA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: