SUPRIMENTO

Cartas do Caminho Infinito – Julho de 1957 –

Há um aspecto do assunto da vida espiritual e da cura espiritual, que confunde todos os iniciantes no trabalho. Não apenas confunde o iniciante, mas deixa perplexo muitas pessoas que deram alguns passos no caminho espiritual; e, no entanto, é um assunto que nunca entra no pensamento daqueles que estão bem avançados na Consciência Espiritual. Esse assunto é o Suprimento. Isso intriga todos no começo, porque não é apenas um assunto difícil de entender, mas também é difícil ver como isso está relacionado à Vida Espiritual. O Suprimento é algo que o iniciante geralmente está ansioso demais para demonstrar, ou, por falta de entendimento, se recusa a pensar, porque ele não se sente Espiritual e, portanto, indigno de ser considerado por um estudante sério no caminho espiritual.

Claro, nada poderia estar mais longe da verdade. De fato, não há assunto mais elevado em todo o Reino dos Céus, nem algo mais intimamente relacionado a toda a Vida Espiritual do que o Suprimento. Às vezes, à medida que o aluno progride em seus estudos e trabalhos, ele tende a afastar dele a questão do Suprimento, porque agora parece que sua mente deveria estar em algo mais alto, mais nobre, mais espiritual. Para o aluno que está muito adiantado no caminho espiritual, o Suprimento não é mais uma questão de preocupação, porque, com a compreensão do assunto, surge um conhecimento do que é. Tornou-se parte da consciência que não requer pensamento consciente.

Foto por Craig Adderley em Pexels.com

Agora o iniciante está confuso sobre esse assunto porque acredita que o Suprimento consiste em dinheiro, propriedades, investimentos ou negócios. Essas coisas não são suprimentos: são os produtos do Suprimento; elas são a evidência visível do suprimento – a representação do Suprimento. O Suprimento é um assunto Espiritual, um assunto profundamente Espiritual; é o assunto mais Espiritual que você jamais encontrará, porque Suprimento é a Realização de Deus. É uma atividade de verdade que ocorre dentro de você e dentro de mim – um estado de paz que desce sobre nós quando o Espírito de Deus é sentido por dentro. É essa consciência da presença de Deus que constitui Suprimento.

O Suprimento é interior e se externaliza como livros, músicas, invenções, textos, artes ou novas idéias de comércio; mas estas coisas em si não são suprimentos: são a evidência do Suprimento. É essa paz profunda, essa quietude interior, que se torna evidente como Suprimento em sua experiência. Seria quase impossível para você inventar qualquer coisa, escrever uma peça duradoura da literatura ou compor um pedaço de música emocionante, se primeiro você não encontrasse uma profundidade no centro de seu próprio ser – um poço profundo de contentamento dentro de si, uma profunda realização da paz.

Não faz diferença se você chama essa realização de Deus, se você chama de Espírito, se você chama de vida, se você chama de uma sensação de paz, ou se você a chama de alegria, desde que você entenda que é um sentimento no centro do seu ser, um sentimento que traz um sorriso ao seu rosto. Chame por qualquer nome que você escolher, mas por qualquer nome, é Deus; é o Cristo; é o Espírito; é Emanuel, ou Deus conosco.

O suprimento nunca pode ser encontrado no mundo externo. Todos os nossos jovens estudantes que estão tentando demonstrar o Suprimento no mundo externo falham porque ele não pode ser encontrado lá. O Suprimento está dentro de você; está dentro de mim; está dentro da nossa consciência. O próprio senso de paz e alegria ou o sentimento da Presença de Deus que podemos experimentar a qualquer momento é nosso Suprimento. Amanhã, na próxima semana, no próximo mês ou no próximo ano, poderá aparecer externamente como uma nova casa, uma nova posição ou um novo investimento; mas isso será apenas a externalização do Suprimento que foi realizada em um momento de paz.

Ainda existem muitas pessoas no mundo metafísico que pensam na demonstração de dinheiro, posição, lar ou oportunidade como algo a ser alcançado através da luta no dia a dia e do trabalho duro no mundo. Eles agem no pressuposto de que, aqui fora, há dinheiro; ou aqui fora, há casas; ou que, em algum lugar por aqui, há oportunidade; e que, orando ou participando de algum tipo de hocus-pocus mental, eles vão atrair essas coisas para eles. Esse é o tipo de metafísica que deixa o aluno com dor de cabeça, tensão mental ou sensação de inutilidade e frustração. Mesmo naqueles poucos casos em que, de alguma maneira misteriosa, esse esforço mental resulta na consecução do objetivo desejado, freqüentemente ocorre a constatação posterior de que não era o que deveria ser desejado ou que não atende à necessidade para a qual foi procurado.

Em Isaías, lemos: “A Terra deles também está cheia de ídolos; eles adoram o trabalho de suas próprias mãos, o que seus próprios dedos fizeram. ” O dinheiro é um dos ídolos feitos pelas mãos dos homens. Os homens não apenas adoram ele, mas também temem a falta dele. Em outras palavras, eles depositam sua fé e confiança no dinheiro e lhe conferem poder. Mas, na verdade, que poder existe no trabalho das mãos do homem? Todo poder não está em Deus?

Nossa consciência individual é o depósito de infinito desenvolvimento espiritual. No momento em que começamos a extrair deste armazém inesgotável, que nunca leva em conta o que está no mundo visível, deixamos de nos preocupar com o quanto temos ou pouco, ou se o status econômico atual do mundo é de prosperidade ou depressão. Deus nos deu uma recompensa infinita, e sua expressão é ilimitada, desde que reconheçamos que a Terra é do Senhor, a prata é do Senhor e o ouro é do Senhor. É somente quando estamos tentando obter nossa parcela dos bens do mundo, acreditando que a terra, a prata e o ouro são bens pessoais, pertencendo a seres humanos, nos tornamos limitados.

Foto por Burst em Pexels.com

O dinheiro, por si só, não é mau, mas um bem muito prático e necessário para serem usados como meio de troca. É tão necessário em nossa civilização atual quanto sapatos, vestidos, ternos ou outras peças de vestuário. Mas quem adora, teme ou odeia roupas? Há muitas coisas feitas pela mão do homem que são desejáveis ​​- casas, automóveis, aviões, roupas, dinheiro, valores mobiliários, propriedades – todas elas são desejáveis, mas apenas como mercadorias a serem usadas, não como algo a ser adorado ou temido.

No momento em que você começa a perceber que o Espírito Invisível é a saúde de seu semblante, no momento em que começa a perceber que esse Espírito invisível não é apenas a Fonte de seu Suprimento, mas é o seu Suprimento em Si, no momento em que percebe que esse Espírito Invisível Deus, o Pai, é sua Torre Alta, sua Fortaleza, seu Esconderijo, seu lugar de descanso, todas as suas necessidades serão atendidas.

Certifique-se de apenas uma coisa: nunca se arrependa da ausência de qualquer pessoa ou da falta de qualquer coisa. Nunca, nunca, nunca se arrependa da perda ou falta de alguém ou de qualquer coisa no reino exterior. Permaneça no lugar secreto do Altíssimo. Então você nunca terá falta, porque você levará consigo seu Suprimento de oportunidade, seu suprimento de habilidade, seu suprimento de habilidade em arte, literatura ou o que quer que você queira expressar. Você carrega seu suprimento quando entende:

Deus é meu libertador; Deus é a essência do meu ser; Deus É. Se eu não sei mais nada, mas que Deus é, isso é suficiente, pois toda a minha esperança e fé estão no Invisível.

Aqueles que têm essa visão se tornam uma luz para todo o resto do mundo e a eles o mundo pode perguntar:

“Por que você é tão favorecido?

Por que você é tão abençoado com todas as coisas boas da vida?

E a resposta deles será: É o dom gratuito de Deus, mas é um dom que vem apenas para aqueles que reconhecem Deus como a Fonte, a Essência e a Lei – somente para aqueles que mudaram do reino visível finito para o o Invisível Infinito.

Joel – Cartas do Caminho Infinito – Julho de 1957



Categorias:Cartas do Caminho Infinito

Tags:, , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: