O SUPRIMENTO TORNA-SE TANGÍVEL COMO FORMA

Cartas do Caminho Infinito – Julho de 1957 –

Como, então, devemos perceber a tangibilidade desse Suprimento que já reconhecemos Ser infinito?

Comece relaxando de todo o esforço para compreender isto; abandone todo o senso de tensão ao considerar o assunto do Suprimento. Se a necessidade é o Suprimento de alguma Verdade ou o Suprimento das formas tangíveis dessa Verdade, e de como Ela aparecerá mais tarde, aprenda a relaxar. Relaxe, não apenas fisicamente, mas mentalmente, ao perceber que você não pode fazer nada a respeito com relação ao Suprimento. Jesus disse: “eu de mim mesmo não posso fazer nada”, e assim você certamente não pode esperar fazer mais do que o Mestre, pode?

Ele foi mais além dando o segredo ao revelar:

“É o Pai que habita em mim, Ele faz as obras.”

O que é este Pai dentro de mim?

Senão a Consciência Infinita, Divina, Universal.

Qual é a sua consciência e a minha?

Essa é o Pai, essa é o Princípio, o Princípio Criativo de todas as formas de Suprimento.

Desenvolva o hábito de reservar um espaço em sua consciência para o qual você se retira todos os dias por dois, três, quatro ou cinco minutos, e aí percebe:

Deus, todas essas coisas que contemplo na minha experiência de vida são apenas as formas externas do meu Suprimento, mas Tu, e apenas Tu, és o Meu Suprimento. Tu és Minha proteção; Tu és Minha Torre Alta; Tu és Minha Fortaleza; Tu és Meu Pão, Meu vinho, Minha água; Tu és o Meu Maná diário. As formas em que Meu Suprimento aparece não são importantes; a essência está em Ti – em Deus, Espírito, Amor.

O Suprimento nunca é uma coisa externa.

O Suprimento é uma substância invisível que você nunca pode ver com seus olhos. Se você estivesse escrevendo esta carta mensal e quisesse terminar esta carta em particular, teria que tomar conhecimento do Suprimento. Algo teria que fluir como um Suprimento de palavras. Mas onde você encontrará as palavras, exceto quando elas saem da Consciência Suprema?

Isso é verdade para o Suprimento de todas as coisas. Nasce da profundidade da sua própria consciência e flui para uma expressão tangível. Quando você para de pensar no Suprimento em sua forma externa e começa a pensar no Suprimento como uma substância interior invisível, como algo já estabelecido em seu próprio ser, pode descansar do trabalho mental e até mesmo de uma grande quantidade de trabalho físico. Isso não significa que você deixará de trabalhar, mas seu trabalho não será esforçado; será alegre e agradável, seja trabalho físico ou mental.

Por trás do trabalho mental ou físico, haverá um transbordamento consciente do Espírito como um sentimento de paz, contentamento, segurança e satisfação envolvendo você. À medida que você vive nessa Consciência e deixa  Ela viver em você, a Verdade começa a fluir para a forma, exatamente quando essas palavras estão assumindo uma forma tangível. Lembre-se de que, antes que essas palavras fossem escritas, elas eram uma forma invisível em minha consciência, que mais tarde apareceria de forma visível como palestras, cartas ou artigos. Antes que algo possa aparecer na forma visível, ele deve estar na consciência de um indivíduo em sua forma invisível.

Existe uma consciência invisível da Verdade dentro de mim, construída ao longo dos séculos, e essa Verdade invisível está agora se externalizando nessas palavras como essa mensagem específica. Essa é a forma que minha consciência de Deus assume – esta mensagem, essas palavras. Foi exatamente da mesma maneira que Thomas Edison incorporou em sua consciência o conhecimento que o tornou um mago elétrico e mecânico. Quando ele voltou à sua consciência, uma prática que ele indicou por seu gesto típico de segurar a mão na orelha como se estivesse ouvindo um som inaudível ou tentando receber uma mensagem, Edison estava voltando a sua consciência para o Suprimento

No caso dele, era para um suprimento de idéias, um suprimento de sabedoria, um suprimento de conhecimento. Essa consciência de Thomas A. Edison exteriorizou-se como um fonógrafo, um filme ou uma luz elétrica.

O mesmo acontece com nossos grandes músicos e autores. Eles ficam ouvindo, ouvindo, ouvindo – a fim de ouvir o quê? Por esse algo invisível, algo inaudível, escondido profundamente dentro deles. Então, num instante, a inspiração pode surgir e eles rapidamente pegam um pincel, uma caneta ou um piano; e a evidência visível do suprimento neles aparece como uma pintura, um livro ou uma sinfonia.

O mesmo se aplica aos seus negócios, sua casa, seus relacionamentos, seus investimentos, sua segurança ou sua saúde. Você descobrirá, primeiro, adotando esse ouvido interno como se houvesse algo profundo e bem no interior que tivesse que passar. É esse suprimento interno que chega até você no plano interno que mais tarde se tornará visível como suprimento diário, ocupação diária, vocação ou atividade.

Joel – Cartas do Caminho Infinito – Julho de 1957



Categorias:Cartas do Caminho Infinito

Tags:, , , ,

2 respostas

  1. Obrigado meu querido amigo

    Get Outlook for Android

    ________________________________

    Curtido por 1 pessoa

  2. Muito Obrigado
    🙏Aloha🙏

    Enviado do meu iPhone

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: