GRAÇA

A graça pode ser resumida como uma liberação de todos os desejos humanos na compreensão e realização reais das Realidades Espirituais.

Graça significa dom de Deus. Os filhos de Deus vivem pela graça, pois como filhos de Deus somos herdeiros – “herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo”. E, claro, o Pai revela: “Filho, tu estás sempre comigo e tudo o que EU tenho é teu.”

A maioria dos homens e mulheres tem um certo grau de fé de que existe um Deus – um Poder divino, mas para alguns, vem uma convicção ou realização real que é denominada uma experiência de Cristo – e daí em diante suas vidas são vividas pela graça.

Esta Experiência Espiritual também é conhecida como iluminação ou renascimento. Na literatura mística, às vezes é chamado de Consciência Cósmica ou Consciência Crística. Aqueles que têm a sorte de vir a esta luz não têm mais “problemas” de existência, uma vez que são alimentados, vestidos e supridos na infinita Fonte da Vida que chamamos de Cristo.

Embora as Bíblias de todos os povos contenham numerosas histórias verdadeiras das experiências milagrosas dos iluminados, a atividade de Cristo, resultando em viver pela graça, não está de forma alguma limitada ao passado. Mais do que nunca, um número incontável de homens e mulheres experimentaram o Cristo e agora estão vivendo uma vida de beleza, saúde, harmonia e alegria – pela graça.

Com a verdade agora disponível para todos que podem ler, a iluminação Espiritual, o resultado de vidas vividas pela graça, é uma possibilidade para todo buscador fervoroso. Para viver, “Não por força, nem por poder, mas por meu Espírito”, é apenas necessário que desejemos sinceramente o conhecimento de Deus. “Reconhece-te agora com Ele”, e a paz seguirá”.

No momento em que você recebe aquele instante de convicção, aquela consciência interior da Presença:

No exato momento em que você “sente” a atmosfera do Amor, ou é tocado por uma compreensão do Pai interior; esse é o começo de sua vida pela GRAÇA.

A leitura e o estudo da literatura espiritual inspirada, a meditação em Deus e nas coisas de Deus, levando à verdadeira comunhão com o Pai interior, trazem à sua consciência o toque do Cristo.

Este momento de iluminação não pode ser descrito adequadamente, uma vez que aparece de maneiras diferentes para homens e mulheres, mas todos os que receberam esta Luz compreendem as experiências de todos os iluminados de todas as Eras.

O advento do Cristo na consciência de Jesus de Nazaré foi acompanhado pela profunda humildade que para sempre o fez negar poderes pessoais, virtudes pessoais e honras pessoais em sua convicção de que “eu de mim mesmo não posso fazer nada” e ” O Pai que habita em mim, Ele faz as obras. ” Novamente, ele disse: “Minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou”; e “Se eu testifico de mim mesmo, meu testemunho não é verdadeiro.”

Você percebe aqui uma profunda convicção interior e consciência de Algo invisível “O Pai interior” – ainda realizando as poderosas obras de cura, redenção e alimentação das multidões no plano externo. “Meu Pai trabalha até agora e eu trabalho … Eu e meu Pai somos um” e “Meu Pai é maior do que Eu“.

Onde quer que você encontre alguém que foi tocado pela Mão do Divino, você encontrará esta mesma realização de um Invisível infinito – ainda assim, todo o poder é expresso no reino do visível.

Ao chegar a este lugar em Consciência, você sente que sua vida foi assumida e está sendo vivida por você, assim como por você e como você. É como se a Presença estivesse sempre diante de você para abrir portas ou oportunidades de serviço, de boas-vindas – e para “endireitar os lugares tortuosos” e até mesmo para fazer o deserto “florescer como a rosa”. Não que você tenha esses poderes, mas sim que “o Pai que habita em mim, Ele faz as obras”.

À medida que você nota mais e mais a atividade do Cristo em sua consciência aparecendo como pensamentos mais bonitos e maravilhosos, manifestando-se como atos cada vez maiores de poder espiritual, sua confiança e fé aumentam aos trancos e barrancos. A partir do momento em que você recebe essa convicção interior, você relaxa e descansa – e deixa o Invisível fazer o trabalho.

Quando você chega à compreensão de Deus como o único poder, aprende que nem o pecado, o medo ou a doença têm qualquer poder, e você desiste de lutar contra todas as formas de discórdia – e nesse momento você cura pela Graça. A compreensão de Deus como o único poder é a cura pela graça.

Quando você não usa mais a verdade para superar o erro, mas deixa a verdade aparecer como a atividade de sua consciência – isso também é graça. Tudo é tão belamente declarado na passagem bíblica: “Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos.” Para relaxar o poder humano, a vontade pessoal, o poder mental ou físico é obtido pelo meu Espírito.

Viver pela graça permite-nos fazer coisas maiores, obter melhores resultados em todas as nossas atividades diárias, devido a este impulso espiritual e orientação Divina.

Nosso bom amigo Paulo escreve: “Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece”. Ecele alcançou uma vida vivida pela graça, como sabemos por sua profunda humildade expressa em suas palavras: “vivo; contudo, não eu, mas Cristo vive em mim.”

Não vês que a preocupação com o nosso bem-estar – ou com o das nossas famílias ou nações – não pode ser abandonada, a não ser que esta Sabedoria interior se revele a nós? Você não vê que a libertação do medo, do perigo, da carência, só pode vir a nós quando o Consolador aparecer para nós? Sua receptividade consiste em manter aberta a passagem da consciência, para que você possa reconhecer e acolher o Cristo enquanto Ele toca e desperta a Alma para a novidade de vida.

No silêncio do seu ser, Cristo fala, e você ouve:

“Eu Nunca te deixarei, nem te desampararei”. E “Eu estou com você sempre, até o fim do mundo.”

A voz da Verdade se expressa dentro de você e se torna a “Paz, fique quieto” para cada tempestade em sua experiência. Esta consciência da presença de Deus é desenvolvida no silêncio e quietude, em paciência e perseverança. “Aquietai-vos e saiba que eu sou Deus.”

A Consciência Crística é a mente que estava em Cristo Jesus, manifestando-Se.

Você deve cultivá-la. Algumas pessoas no mundo nascem com alguma medida da Cristandade, mas todos podem desenvolver e cultivar essa consciência até o grau de sua fidelidade ao estudo e meditação.

Você entende agora que a verdade não é uma lista de declarações ou citações, pensadas ou recitadas pela mente humana; mas a verdade é a Consciência de Cristo, expressando-se como as harmonias de sua experiência diária – mesmo sem “pensar”. Esta Consciência é desenvolvida dentro de nós pelo jejum – abstendo-nos de poder mental ou físico, para que “Meu Espírito” possa funcionar como sua vida.

Oh, como essas passagens das escrituras se abrem para nós quando começamos a entender! “Tendo olhos, não vedes? E tendo ouvidos, não ouvis?” Não, você não pode ver a verdade espiritual com os olhos físicos, nem ouvir a verdade espiritual com os ouvidos físicos; você deve ter visão interior e a capacidade de ouvir a voz mansa e delicada. Então, e somente então, você é capaz de olhar para o homem aleijado no portão do templo formoso que é chamado e dizer: “Prata e ouro não tenho; mas o que tenho, isso te dou: Em nome de Jesus Cristo de Nazaré se levanta e anda “- e o homem saltam nada e corre”.

“Porque pela Graça sois salvos, por meio da fé.” Que maravilha: pela Graça sois salvos ..

Joel S. Goldsmith
Originalmente publicado no
Revisão da Ciência do Pensamento
Londres, Inglaterra



Categorias:Assuntos, Ensinamentos Joel S. Goldsmith

Tags:, , , , , , ,

2 respostas

  1. 🌹AloHa🌹

    Enviado do meu iPhone

    Curtido por 1 pessoa

Trackbacks

  1. Você poderia falar sobre a aparência da transição? Para onde vamos? Estou tentando superar o medo de uma chamada transição. – CAMINHO INFINITO NA PRÁTICA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: